Renan Calheiros

Renan Calheiros: "Aceitar essa brincadeira com a democracia seria ficar pessoalmente comprometido com o atraso do processo. Ao fim e ao cabo, não cabe ao presidente do Senado Federal dizer se o processo é justo ou injusto".

Plenário do Senado durante sessão não deliberativa.

À mesa:
senador Gladson Cameli (PP-AC);
senador Romero Jucá (PMDB-RR);
presidente do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL);
secretário-geral da Mesa, Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho;
senador Jorge Viana (PT-AC);
senador Vicentinho Alves (PR-TO)

Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Publicidade

Manchete

Colunistas e Artigos