“Povo está sendo enganado”, diz senador Telmário Mota

Senador Telmário Mota de Oliveira critica processo de impeachment.

Senador Telmário Mota de Oliveira critica processo de impeachment.

No encaminhamento do voto do PDT, o líder do partido, senador Telmário Mota (RR), disse não à admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Telmário afirmou nesta sexta-feira (06/05/2016), na Comissão Especial de Impeachment, que o povo está sendo enganado, porque é a “direita reacionária” que conduz o processo de impeachment.

O senador disse que o ex-presidente da Câmara dos Deputados, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que suspenso ontem de seu mandato pelo STF, foi usado pela direita para abrir o processo de impeachment e, após “cumprir sua missão”, foi abandonado. Ele levantou polêmica ao afirmar que o mesmo pode acontecer com o relator, senador Antonio Anastasia (PSDB-MG).

— Os que hoje são todos Anastasia, ontem eram todos Eduardo Cunha. Jogaram-no no abandono. Amanhã, como pesam algumas coisas sobre os ombros do senador Anastasia, eu espero que não façam o mesmo com ele — disse, gerando confusão no colegiado.

Ao final de seu pronunciamento, Telmário deixou um “recado” para Marina Silva, Ciro Gomes e para o ex-presidente Lula, para que, se eventualmente eleitos, não governem com o apoio de conservadores e liberais.

*Com informação da Agência Senado.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br