Micareta 2016 – Feira de Santana: sobre críticas do deputado José Cerqueira Neto à festa, vereador José Carneiro falou em “lamentações”

José Carneiro Rocha: “O deputado Zé Neto lamenta a iluminação pública na Micareta. Continue lamentando deputado. Lamenta a Micareta noturna, que só tinha atração à noite. Os senhores da imprensa já são testemunhas de que a Micareta de Feira sempre foi realizada durante a noite, isso vem ao longo da sua existência. Queremos mudar, queremos; vamos esperar que um dia se mude, vamos. Agora, não é motivo para se fazer tanta zoada como fez o deputado Zé Neto”.

José Carneiro Rocha: “O deputado Zé Neto lamenta a iluminação pública na Micareta. Continue lamentando deputado. Lamenta a Micareta noturna, que só tinha atração à noite. Os senhores da imprensa já são testemunhas de que a Micareta de Feira sempre foi realizada durante a noite, isso vem ao longo da sua existência. Queremos mudar, queremos; vamos esperar que um dia se mude, vamos. Agora, não é motivo para se fazer tanta zoada como fez o deputado Zé Neto”.

Em pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta terça-feira (03/05/2016), o líder do Governo na Câmara, vereador José Carneiro (PSDB), comentou as críticas do deputado estadual José Neto (PT) ao Governo do Município em relação à Micareta 2016 e reforma do estádio estádio Alberto Oliveira, conhecido como Joia da Princesa.

Antes de se pronunciar sobre as declarações do referido deputado, José Carneiro comentou o pronunciamento do edil Alberto Nery (PT), que criticou a exclusividade da venda de bebidas na Micareta de Feira de Santana.

“Eu queria dizer para Vossa Excelência [Alberto Nery] que esta questão de distribuição exclusiva de um produto não é uma iniciativa apenas de Feira de Santana, isso ocorre em todas as cidades do país. Em Salvador, por exemplo, no Carnaval, foi realizada uma licitação pública e uma empresa ganhou a distribuição”, argumentou.

Em seguida, o líder governista disse que não iria fazer observações mais aprofundadas sobre a Micareta porque não esteve em Feira de Santana no período da festa. “Apenas comentar alguns fatos que ouvi através da imprensa e de algumas pessoas. Primeiro, o deputado Zé Neto utilizou todos os espaços de emissoras de rádios para fazer críticas à Micareta e fazer lamentações. Na verdade, o dia de ontem foi o dia da lamentação do deputado Zé Neto”, afirmou.

Segundo Carneiro, o deputado queixou-se, entre outras coisas,  da falta de iluminação pública na Micareta, da realização da festa basicamente no período noturno, da falta de público na festa momesca e, até mesmo, da reforma do gramado do estádio Joia da Princesa, no período do Campeonato Baiano.

“O deputado Zé Neto lamenta a iluminação pública na Micareta. Continue lamentando deputado. Lamenta a Micareta noturna, que só tinha atração à noite. Os senhores da imprensa já são testemunhas de que a Micareta de Feira sempre foi realizada durante a noite, isso vem ao longo da sua existência. Queremos mudar, queremos; vamos esperar que um dia se mude, vamos. Agora, não é motivo para se fazer tanta zoada como fez o deputado Zé Neto”, disse o edil, afirmando que o petista aproveitou o momento para fazer política, “uma vez que está em baixa o Governo que ele apoia”.

O vereador informou que ouviu também o deputado Zé Neto dizer que a quantidade de público durante a Micareta foi muito pequena. “Mas hoje eu vi  os senhores da imprensa e   em diversas emissoras de rádio contrariando o que disse o deputado Zé Neto. E aí quem está faltando com a verdade: a imprensa ou o deputado Zé Neto?”, questionou, fundamentando o discurso com uma manchete do jornal Folha do Estado desta terça-feira: “Foliões lotaram a avenida nos quatro dias da Micareta”.

José Carneiro acrescentou: “o deputado Zé Neto lamenta que ainda esteja fechado o estádio Joia da Princesa, mas esqueceu de que o Governo do Estado gastou milhões na Fonte Nova para depois arrendar, deixando o Bahia, Vitória e outros times em situação difícil: jogando no estádio de Pituaçu, indo para Camaçari e outras cidades próximas, isso ele esquece”, pontuou.

Em aparte, o vereador Welligton Andrade (DEM) disse que se fez presente em todos os dias da Micareta e pode observar que foi uma grande festa momesca.

“Inclusive, com índices menores do que o ano passado de violência, foi uma Micareta de paz, de tranquilidade; vieram para Feira os maiores nomes da música nacional, a exemplo de Aviões do Forró, Cláudia Leitte, entre outros. Também foram prestigiados aqueles melhores artistas de Feira de Santana. Na avenida não existia nenhuma lacuna entre um trio e outro, o povo lotou a Presidente Dutra. Em tempo de dificuldades financeiras, o prefeito José Ronaldo consegue realizar uma grande Micareta, de absoluto sucesso”, ressaltou o tucano.

Também em aparte, o vereador Roque Pereira (DEM) disse que o deputado petista quer apagar o brilho da Micareta de Feira. “Na verdade, quando ele tenta macular a imagem da Micareta tentando atingir o prefeito José Ronaldo, no entanto, ele está afastando o povo de Feira das suas origens, da sua brilhante festa, que a primeira Micareta do Brasil”, avalia.

Na sequência, o edil Beldes Ramos (PT) defendeu o deputado Zé Neto. “Quero parabenizar o trabalho da imprensa, que foi um trabalho excelente. E vou dizer uma coisa: a divulgação da Micareta só aconteceu porque a imprensa de Feira estava atenta, porque não tinha um outdoor da Prefeitura em nenhuma rodovia divulgando a Micareta de Feira de Santana, que poderia ser bem melhor e ter mais gente. O que o deputado Zé Neto falou não é nenhuma mentira não, vereador”, disse o petista, afirmando que, apesar de ser muito frequentada, o público da Micareta deste ano foi bem menor do que o ano passado.

Também fazendo uso do aparte, o vereador Justiniano França (DEM) ressaltou que ouviu a propaganda e o deputado Zé Neto falar que o Governo do Estado iria disponibilizar 11 mil policiais para a segurança da Micareta. “Mas eu assisti a entrevista do coronel Adelmário Xavier dizendo que entre policiais civis, bombeiros e militares foram 6 mil. Onde está a verdade?”, indagou.

Novamente com o uso da palavra, o vereador José Carneiro disse que, segundo a imprensa, o contingente de policiais na Micareta de Feira foi suficiente para dar tranquilidade à população. “Isso a gente não pode ser injusto, diferente do deputado Zé Neto que não reconhece mérito de ninguém, ele não reconhece um mérito do Governo do Município no ato da realização da Micareta”, criticou o líder governista, afirmando que a festa momesca foi discutida, inclusive em audiências públicas,  desde maio do ano passado, para que pudesse lograr êxito.

O edil aproveitou o momento para também fazer lamentações: “eu quero lamentar que a obra da Lagoa Grande ainda continua lá naquele passo de tartaruga. Eu quero lamentar  o abandono do Governo do Estado com o Centro de Convenções da nossa cidade, que está há mais de 10 anos parado. Eu quero lamentar a falta de compromisso deste Governo, onde Zé Neto é o líder, com a nossa cidade de Feira de Santana, onde não temos uma obra, em um ano e quatro meses, realizada pelo governador Rui Costa”.

José Carneiro continuou: “eu quero lamentar que a promessa da construção do novo hospital geral para Feira esteja no arquivo morto da Secretaria de Saúde e do Governo do Estado. Eu quero lamentar a falta de compromisso do Governo do Estado com o Aeroporto João Durval Carneiro, que hoje está apenas voando urubus. Eu quero lamentar que a Secretaria de Educação do Estado não tenha construído, em mais de 10 anos, uma única escola em nosso município”, pontuou.

Ele ainda lamentou o processo de impeachment contra a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), bem como a prisão de políticos “vestidos de vermelho”, no  Complexo Penitenciário da Papuda,  por  desvios de dinheiro público e outros crimes.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br