Micareta 2016 – Feira de Santana: povão cai no samba de roda e no pagode no último dia de festa

Micareta 2016.

Micareta 2016.

Misturando o samba de roda com sucessos de carnavais passados, o bloco Tracajá abriu com força total a tarde do último dia da Micareta 2016, invadindo o Circuito Maneca Ferreira ao som do grupo Brilhante, da cidade de Irará, e o mine-trio de Fred Menendez.

O Tracajá, que tem como característica valorizar a cultura e expressões folclóricas regionais, mais uma vez contou com as presenças de figuras de destaque na imprensa e na política locais, além de figuras populares, como o radialista Silvério Silva, o Nôzinho, e a sambista Marizélia, rei e rainha do bloco.

No vácuo do Tracajá, a Quixabeira da Matinha, arrastando 2.800 foliões, bombou na avenida com os seus já esperados sambas-de-caboco, samba-de-reisado, samba-duro e bata de feijão interpretados pelo vocalista Guida.

Zerinho 25

Com a cantora Katê animando a festa, os  25 anos do Bloco Zerinho na Micareta de Feira de Santana foram comemorados em grande estilo, com a gurizada dando os seus primeiros pulinhos na Maior Micareta do Brasil. Criado pela saudosa jornalista Aparecida Machado, o bloco infantil descende do Zero Hora, que abre extraoficialmente a Micareta de Feira.

Pagode & Cia

Dentre os vários grupos de pagode que desfilaram pelo Maneca Ferreira, OZ Tekila, Jean Santana, Galeguinho SPA e Sambatuk e Pé de Pano não deixaram o samba morrer, enquanto Talitha Costa valorizou sucessos consagrados da axé music. O bloco Folia Caipira, com Leo Amaral, balançou o povão ao ritmo de músicas nordestinas.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br