Juventude vai às ruas de Feira de Santana em protesto contra governo interino de Michel Temer e conclama uso do preto para simbolizar “velório da democracia”

Cartaz anuncia ato ‘Temer, jamais!’. Protesto ocorre em Feira de Santana.

Cartaz anuncia ato ‘Temer, jamais!’. Protesto ocorre em Feira de Santana.

Cidadã protesta contra tomada do poder pelo presidente interino Michel Temer.

Cidadã protesta contra tomada do poder pelo presidente interino Michel Temer.

Hoje, quinta-feira (19/05/2016), ocorre em Feira de Santana o ato ‘Temer, jamais!’. A concentração está marcada para às 17 horas na Praça de Alimentação da Av. Getúlio Vargas.

Os organizadores destacam que o ato tem atraído a atenção de membros da comunidade, e que mensagens, com humor crítico, ridiculizam o programa do PMDB ‘Ponte para o Futuro’, apelidando de ‘Ponte para o Buraco’. Os membros do movimento qualificam o governo Temer, como ‘governo golpista que não vai ter sossego até cair!’, e pedem para os participantes irem de preto com a finalidade de simbolizar “o velório da democracia”.

Segundo líderes do movimento, a atividade foi organizada de forma espontânea pelas redes sociais. Eles enfatizam que em pouco mais de um dia o evento do Facebook mobilizou mais de 700 pessoas, entre confirmações e demonstrações de interesse.

Na avaliação dos organizadores, o ato ‘Temer, jamais!’ é uma demonstração do descontentamento de setores da sociedade com a gestão do presidente interino Michel Temer e contra a abertura do processo de impeachment contra presidenta Dilma Rousseff.

Os organizadores inferem que após o início do governo provisório, com as medidas iniciais tomadas por Michel Temer, a exemplo da extinção dos ministérios da Cultura, de Mulheres e Promoção à Igualdade Racial, ameaça de extinção do SAMU e das farmácias populares, bem como ameaça de privatização das universidades públicas, milhares de pessoas têm ido às ruas demonstrar descontentamento com governo reacionário, liderado pelo peemedebista.

Eles salientam que de forma espontânea, jovens têm se organizado pelas redes sociais para realizar ações contra o governo, como o “vomitaço”, na página do Facebook de Michel Temer; e o “apitaço”, ocorrido durante pronunciamento do presidente interino na TV , além das manifestações populares em atos nas ruas.

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto Oliveira da Silva (Carlos Augusto) é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF). Atua como jornalista e cientista social. Telefone: (75)98242-8000 | E-mail: diretor@jornalgrandebahia.com.br.