Governos Lula e Rousseff escolheram ajudar os mais pobres, diz ministra das Cidades

O ministro-chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República, Jaques Wagner, durante reunião ministerial no Palácio do Planalto. Os titulares das 32 pastas que fazem um balanço das ações de governo.

O ministro-chefe do Gabinete Pessoal da Presidência da República, Jaques Wagner, durante reunião ministerial no Palácio do Planalto. Os titulares das 32 pastas que fazem um balanço das ações de governo.

A ministra das Cidades, Inês Magalhães, disse hoje (11/05/2016), em cerimônia de entrega de 1.500 unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida, em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo, que o governo da presidenta Dilma Rousseff fez a escolha de ajudar aos menos favorecidos e que, apesar da crise política e econômica pela qual o país passa, Dilma continua mantendo seus compromissos com os mais pobres. Para a ministra, o principal motivo para o impeachment da presidenta Dilma são os acertos feitos desde o governo de Luiz Inácio Lula da Silva e não eventuais erros cometidos.

“Isso porque, lá atrás, no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e continuando com Dilma, fizemos escolhas. Não estão querendo tirar a presidenta Dilma do poder pelos eventuais equívocos que foram cometidos, mas pelos nossos acertos e escolhas de termos feito o Bolsa Família, o Prouni, Fies e todos os programas que têm como objetivo mudar o modelo de desenvolvimento do país”, afirmou.

Inês ressaltou que o governo atual não acredita no modelo de desenvolvimento no qual o país precisa crescer para depois dividir. “Nós acreditamos em um modelo de desenvolvimento em que é preciso diminuir a desigualdade e atender aos mais pobres para que possamos crescer. Só assim vamos criar um país para todos. E é por isso que estamos sofrendo este forte ataque.”

De acordo com a ministra, o Programa Minha Casa Minha Vida já contratou mais de 4 milhões de moradias, entregou metade, e tem 1.700 unidades sendo construídas. “O lançamento do Minha Casa Minha Vida fará com que, em 2018, tenhamos mais de 5,2 milhões de unidades contratadas, o que significa perto de 25 milhões de pessoas atendidas. Não é só acesso a moradia, porque isso alavanca um conjunto de outros direitos e melhorias na vida dessas pessoas”.

Os apartamentos entregues hoje formam o conjunto habitacional Portal Flora, com 25 blocos divididos nos residenciais Araucária, Acácias, Flamboyant e Ipê, no bairro Bonsucesso. O investimento foi de R$ 126,51 milhões e beneficiará 6 mil pessoas com renda familiar de R$1,6 mil. Cada unidade tem 48,62 metros quadrados divididos em dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Todas são adaptáveis para pessoas com necessidades especiais.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br