“Governo Temer cancela construção de 264 unidades do Minha Casa Minha Vida em Alagoinhas”, denuncia deputado Joseildo Ramos

Ações do ministro Bruno Cavalcanti de Araújo prejudicam interesse dos baianos.

Ações do ministro Bruno Cavalcanti de Araújo prejudicam interesse dos baianos.

O ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), revogou na última sexta-feira (17/05/2016) as portarias n° 173 e 180 da Secretaria Nacional de Habitação, que autorizava a construção de 264 unidades do programa Minha Casa, Minha Vida em Alagoinhas. A medida adotada pelo governo interino de Michel Temer foi duramente criticada pelo deputado estadual Joseildo Ramos (PT). “É um escárnio. Além de promover um golpe sem precedentes, o presidente em exercício e seus comandados estão dando sinais claros de que irão atacar os direitos dos trabalhadores, ameaçando as conquistas do povo brasileiro dos últimos anos”, afirmou.

A portaria cancelada pelo governo Temer atingiu o Minha Casa Minha Vida – Entidades, operado com recursos do Fundo de Desenvolvimento Social. Para Joseildo, em menos de uma semana de governo Temer, o país vive um retrocesso esperado. “Extinção da CGU, ameaças ao SUS e à independência do Ministério Público, cancelamento de obras do Minha Casa Minha Vida e tantas outras medidas anunciadas que vão fazer o Brasil retroceder no mínimo 30 anos. Quem apoiou o golpe em Alagoinhas precisará acertar as contas com o povo”, acusou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br