Firjan diz que decisão do Copom não surpreende porque Brasil vive recessão

Firjan diz que decisão do Copom não surpreende.

Firjan diz que decisão do Copom não surpreende.

O Sistema Firjan disse que a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de manter a taxa básica de juros em 14,25% ao ano não surpreendeu, já que, segundo a entidade, a economia brasileira passa pela “mais profunda e longa recessão de sua história”.

A Firjan diz que a queda na taxa básica de juros, a Selic, depende de “um maior alinhamento entre as políticas monetária e fiscal” para que a inflação se mantenha dentro da meta e o crescimento da economia seja retomado.

Em nota, a entidade disse ainda que defende “um plano fiscal de longo prazo que sirva como âncora para as expectativas dos agentes e trabalhe em conjunto com a política monetária”.

*Com informação da Agência Brasil.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br