Feira de Santana: vereadora anuncia evento do ‘Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual’

Vereadora Gerusa Sampaio aborda vários assuntos de interesse público na tribuna da Câmara.

Vereadora Gerusa Sampaio aborda vários assuntos de interesse público na tribuna da Câmara.

Em discurso na tribuna da Casa da Cidadania, nesta segunda-feira (16/05/2016), a vereadora Gerusa Sampaio (DEM) parabenizou os garis e assistentes sociais, destacou sessão solene em homenagem as mães, anunciou caminhada em combate ao abuso e à exploração sexual, e reclamou do sistema de regulação de pacientes para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA).

A edil iniciou o discurso parabenizando e enaltecendo o trabalho dos garis, que comemoram anualmente o seu dia em 16 de maio, em todo o Brasil. Em seguida, ela destacou que ontem (15) foi comemorado o Dia do Assistente Social.  Gerusa também ressaltou a importância desses profissionais na sociedade. “Como assistente social, venho a esta Casa parabenizar esses profissionais comprometidos, é um trabalho de grande alcance social”, salientou.

Na oportunidade, a vereadora informou que encaminhou indicações ao Poder Executivo para que haja assistentes sociais em todas as policlínicas de Feira de Santana. Ela disse que sua reivindicação foi atendida parcialmente, uma vez que nas policlínicas do Tomba e George Américo já contam com a presença desse profissional. A edil acredita que o Governo do Município, em breve,  encaminhará assistentes sociais para as demais unidades de saúde.

Caminhada

Mudando de foco, Gerusa anunciou que no dia 18 de maio comemora-se o Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual e que a dada, em Feira de Santana, será marcada com uma caminhada objetivando chamar a atenção, inclusive, para a importância da denúncia.

A iniciativa, segundo a edil, é da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, e o evento acontecerá a partir das 14 horas, com concentração e saída do cruzamento entre as avenidas Maria Quitéria e a Getúlio Vargas – em frente ao Feira Palace Hotel – e encerramento em frente ao Paço Municipal Maria Quitéria.

Gerusa informou que a data  foi escolhida em lembrança ao caso que vitimou a menina Araceli Cabrera Sanches, que foi sequestrada em 18 de maio de 1973, com oito anos de idade. Araceli foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. O crime causou revolta em todo o país, mas os culpados ficaram impunes.

Sessão solene

Na sequência, a vereadora destacou que a Câmara Municipal de Feira de Santana prestou uma homenagem às mães, mediante sessão solene, no último dia 11. “Quero parabenizar o evento que houve aqui em prol do Dia das Mães, quando a Câmara traz para a Casa a importância de honrar pai e mãe, a importância de a gente abraçar a família, porque, talvez, se nós tivéssemos há muitos anos trabalhado a família, trabalhado o social, teríamos menos jovens perdidos nas drogas, menos jovens que têm a ausência de mãe, de pai, de amor, de acolhimento”, disse.

Central de Regulação

Complementando as críticas do vereador Isaías de Diogo (PSC) acerca da dificuldade de regulação de pacientes de policlínicas para o HGCA, a vereadora Gerusa, declarou: “Eu não entendo até hoje o que significa essa regulação, porque o Clériston Andrade é um hospital credenciado para atender urgência e emergência. Quando se fala emergência, é para atender qualquer paciente que chega em situação grave. Hoje, o grave passa por uma triagem de uma policlínica”.

Conforme a edil, o HGCA atualmente só aceita o paciente em situação grave se ele tiver sendo encaminhado por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). “Se um familiar colocar no seu carro um pai, uma mãe enfartando não é grave, porque não chegou numa ambulância”, afirmou Gerusa, reclamando também “que não é justo que vidas sejam ceifadas em policlínicas no aguardo de uma vaga”.

Na oportunidade, a vereadora parabenizou o trabalho do diretor do Hospital Geral Clériston Andrade, José Carlos Pitangueira, mas chamou atenção do Governo do Estado que os serviços hospitalares daquela unidade de saúde precisam urgentemente ser ampliados. “Precisamos melhorá, porque são vidas que estão sendo ceifadas”, pontuou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br