Feira de Santana: vereadora Aldney Bastos diz que “se é feio para mulher fazer fuxico, imagine para o homem?” e que “muitos são chamados, mas poucos são os escolhidos”

Aldney Bastos Marques (Neinha): "os vereadores são sempre enfrentados. Mas, o que não posso é usar esta tribuna para causar contenda com os colegas. Olhem, muitos são chamados, mas poucos são os escolhidos. Nem todos que dizem amém vão para o reino dos céus.".

Aldney Bastos Marques (Neinha): “os vereadores são sempre enfrentados. Mas, o que não posso é usar esta tribuna para causar contenda com os colegas. Olhem, muitos são chamados, mas poucos são os escolhidos. Nem todos que dizem amém vão para o reino dos céus.”.

De volta à tribuna da Casa da Cidadania, no tempo do grande expediente desta quarta-feira (18/05/2016), a vereadora Aldney Bastos Marques – Neinha (PTB), expôs sua opinião sobre a postura do colega Edvaldo Lima (PP), em relação aos pronunciamentos relacionados ao Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) feito por ela e outros edis governistas na sessão ordinária da última terça-feira (17).

“Volto a esta tribuna para esclarecer o que aconteceu, pois nesta Casa sei da minha postura como vereadora e como mulher de Deus. Quando qualquer vereador liga para Pitangueiras, diretor do Clériston, é porque tem alguém precisando, e o vereador quer mesmo é ajudar a comunidade. O vereador pede é para o povo. E, se nós fazemos esse intermédio, ainda assim somos criticados por alguns colegas e ainda distorcem o que falamos na tribuna. Se é feio para mulher fazer fuxico, imagine para o homem?”, disse Neinha, afirmando que o vereador Edvaldo Lima teria ligado para o diretor do HGCA e levado informações distorcidas sobre seu pronunciamento em relação ao atendimento naquela unidade hospitalar.

A edil ressaltou também que Feira de Santana precisa de outro hospital geral e que Edvaldo Lima precisa atuar como homem que conhece a palavra de Deus. “O HGCA já deu o que tinha que dar. Eu queria que Edvaldo estivesse aqui para ouvir o que vou dizer: quando Deus escolhe alguém para sentar nesta cadeira, que conhece e serve verdadeiramente a Deus, não pode fazer o que ele está fazendo. Ele faz provocações ao prefeito todas as manhãs e planta a discórdia nesta Casa”, afirmou.

Neinha acrescentou: “Edvaldo não tem dado demonstrações nesta Casa de que pode ganhar almas para Jesus, porque para isso é preciso mostrar quem você realmente é. É muito fácil chegar aqui e fazer o que ele está fazendo. Os vereadores são sempre enfrentados. Mas, o que não posso é usar esta tribuna para causar contenda com os colegas. Olhem, muitos são chamados, mas poucos são os escolhidos. Nem todos que dizem amém vão para o reino dos céus. O mesmo Deus que dá a cadeira é o que toma”, pontuou.

Em aparte, o edil David Neto (DEM) disse que Neinha é uma pastora que prega todos os dias. “É realmente uma serva de Deus. Sempre vejo ajudando os mais necessitados”.

De volta com a palavra, a vereadora afirmou que sabe que o que sai da boca do colega David Neto é verdadeiro. “E sei que Deus tem algo muito verdadeiro com Vossa Excelência. É um servidor de Deus, só não mostra isso. Mas é melhor servir a Deus calado que subir nesta tribuna para agredir o colega”, findou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br