Feira de Santana: vereador David Neto fala sobre bancada evangélica e Dom Pedro de Alcântara

David Evangelista Leite Neto.

David Evangelista Leite Neto.

Durante a sessão ordinária desta terça-feira (17/05/2016), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador David Neto (DEM) defendeu o serviço de atendimento prestado pelo Hospital Dom Pedro de Alcântara e criticou o comportamento de alguns vereadores que fazem parte da bancada evangélica da Casa.

Antes de debater sobre o atendimento do Dom Pedro, o edil fez questão de registrar a passagem do aniversário do radialista Dilton Coutinho. “Gostaria de parabenizar o amigo Dilton Coutinho, um grande homem e radialista nesta cidade”, parabenizou.

Em seguida, David disse ter ficado assustado com o debate ocorrido no plenário da Casa, protagonizado por vereadores que fazem parte da bancada evangélica da Câmara. “Muitos vão à igreja e se convertem. Quando isso acontece, se desvestem da vaidade e começam a amar mais o próximo, fazer o bem sem olhar a quem. Porém, chega a um tempo que parece que saem dos trilhos e, por isso, precisam ser reciclados, para mostrar o que é ser um evangélico, inclusive nesta Casa”, pontuou.

David disse que conheceu uma pastora que lhe confessou não votar em nenhum vereador evangélico. “Quando questionei o porquê, ela me disse que era por causa do desgaste”, contou.

Em aparte, o vereador Eli Ribeiro (PRB), que é pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, pediu que o colega David Neto não lhe incluísse no rol dos evangélicos que não seguem as palavras de Deus. “Vossa Excelência nunca me viu ser desgastado nesta Casa. Tenho procurado me conduzir conforme a orientação de Deus. Minha conduta como homem de Deus nunca foi manchada aqui”, afirmou.

De volta com a palavra, David rebateu o comentário de Eli. “Está querendo dizer que crente é só dentro da igreja, que não prega do lado de fora. Acho que se uma pessoa conhece a palavra de Deus, em todo lugar deve pregar. Aqui tem uns que fazem seu papel e outros que fazem vergonha. Com isso, o evangélico não está sendo bem visto da igreja. Não é isso que diz a palavra de Deus”, avaliou.

Hospital Dom Pedro de Alcântara

Mudando de assunto, o vereador David Neto tratou sobre o atendimento no Hospital Dom Pedro de Alcântara. Segundo ele, não procedem as informações de que a unidade hospitalar atende, em sua maioria, pacientes que portam planos de saúde.

“Ontem, nesta Casa, ouvi Isaías criticar o Dom Pedro. Se for comparar o Dom Pedro de hoje com o Dom Pedro de 10, 12 anos atrás verá a diferença, verá que melhorou. Acho que Isaías não tem ido ao hospital. Ele está quase igual a um hospital particular e a diretora Sandra Peggy está de parabéns. Todo ano mando verba de subvenção para aquele hospital e vou continuar mandando. Disseram também que lá só atende pacientes com planos de saúde, mas não é verdade. Atende também pelo SUS, pois muitas pessoas precisam”, defendeu o democrata.

Em aparte, o edil Pablo Roberto (PHS) afirmou que o Hospital Dom Pedro não tem cumprido sua missão social, pois fechou o setor de obstetrícia e a emergência. “Ele se transformou em um grande hospital particular e praticamente com atendimento de oncologia e cardiologia. Precisamos voltar a discutir o atendimento prestado por aquele hospital. Ele está deixando o Clériston Andrade sobrecarregado e as policlínicas não têm como prestar determinados atendimentos. Vou solicitar da Comissão de Saúde uma audiência pública para discutir o que está sendo feito no Dom Pedro”, garantiu.

Com o uso da palavra, David disse que o colega irá passar vergonha na audiência pública. “Porque no Dom Pedro tem neurologista, otorrino e vários outros atendimentos e procedimentos. Acho que Vossa Excelência deveria visitar o hospital”, aconselhou.

Participando do debate, o edil Justiniano França (DEM) disse que há um equívoco por parte do vereador Pablo. “O Dom Pedro é SUS, porém o sistema paga pelos procedimentos realizados no hospital e todos têm uma demanda. Essa é uma discussão interessante e é bom que a população saiba de tudo, principalmente que seu atendimento é quase na totalidade para os pacientes do SUS. Quanto ao comportamento dos vereadores religiosos, conheço bem os meus princípios e aqui estou como político”, defendeu-se.

Para finalizar, David Neto pediu que o Governo do Estado cumpra com seu papel da cidade. “O governador prometeu um hospital de grande porte para nossa cidade, como o HGCA ou até melhor, mas até hoje não começou nem a construção. A área já foi separada, mas nada foi feito. Feira de Santana está carente de hospital geral”, disse.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br