Famílias do Território de Irecê recebem título de posse de cisternas

Famílias do Território de Irecê recebem título de posse de cisternas.

Famílias do Território de Irecê recebem título de posse de cisternas.

Com investimento de R$ 12,5 milhões, capitalizado pelo Governo da Bahia, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), 2.400 famílias do Território de Identidade de Irecê foram beneficiadas com aquisição de cisternas de consumo de água, de produção e estruturas hídricas.

Ao total, foram 1.669 tecnologias sociais de acesso à água, sendo 1.074 estruturas hídricas para produção, entre elas, cisterna de produção, barreiro de trincheira familiar e comunitário, limpeza de aguada, tanque de pedra e barragem subterrânea, e 595 cisternas de consumo humano. Os beneficiários das cisternas foram do município de Lapão, América Dourada, Jussara, São Gabriel, João Dourado, Ipupiara, Mulungu do Morro e Cafarnaum.

A cerimônia da entrega de títulos de posse aconteceu na tarde desta quinta-feira (19), no equipamento do Centro de Referência de Assistência Social de Lapão, contando com a participação do secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Geraldo Reis, as superintendentes de Apoio e Defesa aos Direitos Humanos, Anhamona de Brito, e de Assistência Social, Leisa Souza.

“Esse momento pode até ser considerado somente uma formalização de entrega de títulos de cisternas. Mas, para as famílias que se encontram aqui, esse momento simboliza o começo da prosperidade através dessa tecnologia social. Agradeço as entidades executoras das cisternas, pois essa parceria com a secretaria de Justiça Social é fundamental para mantermos nosso objetivo de universalizar o acesso a água no semiárido baiano”, explicou Geraldo Reis.

Para o líder comunitário da região, Mauro Augusto Jacó, é um ganho extraordinário a política pública de construções das cisternas. “Porque, além da garantia ao acesso à água, essa política social ajuda a construir um diálogo entre o governo e as comunidades rurais e tem o potencial de alavancar a cidadania e o empoderamento das famílias”, explicou.

Participaram também do evento o prefeito de Lapão, Ricardo Rodrigues, a secretária de Assistência Social, Iara Dourado, o coordenador executivo da organização Barriguda, Gutierrez Barbosa, autoridades locais e representantes das entidades executoras das cisternas: Ação Social Diocesana de Irecê, o Centro de Assessoria do Assuruá, a Cooperativa Agropecuária Mista de Barro Alto e a Cooperativa do Piemonte da Diamantina.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br