Estudantes baianos ganham destaque e recebem nove premiações na Milset Brasil 2016

Feciba Milset premia estudantes baianos.

Feciba Milset premia estudantes baianos.

Os estudantes da rede estadual de ensino, que apresentaram projetos na Milset Brasil 2016, trouxeram para a Bahia nove premiações obtidas na feira realizada entre os dias 17 e 21 de maio de 2016, em Fortaleza, no Ceará. Entre os cinco trabalhos premiados, quatro são oriundos da Feira de Ciências da Bahia (Feciba), com destaque para as pesquisas “Boia Alarme Contra Enchentes e Inundações (Bacei)” e “Produção de adesivos de unhas como complementação de renda no município de Governador Mangabeira”, que receberam a certificação para participar da Feira Nacional de Ciências e Tecnologia (Cientec), em Lima, no Peru, evento que acontece em novembro deste ano.

“É com muita emoção que recebemos esta certificação e esperamos corresponder à altura. Sabemos que será uma grande responsabilidade representar a nossa escola, a Bahia e o Brasil em outro país”, afirma a estudante Leonice Leone, do Colégio Estadual José Bonifácio, de Governador Mangabeira, que participou da Milset Brasil com o projeto de produção de adesivos de unhas. O trabalho, feito em parceria com a estudante Denise Santana, também recebeu o prêmio da Associação Brasileira de Incentivo à Ciência (Abric).

Os estudantes Lucas Rocha Santos e Moisés Barros, do Colégio. Estadual Antônio batista, em Candiba, participaram da Milset com o projeto Bacei e consideraram a participação no evento como uma experiência única. “Não esperávamos ter o destaque que tivemos e alcançar esta premiação. Agora temos o desafio de levar a nossa pesquisa e o nome de nosso Estado para fora do Brasil”, comemora Lucas, lembrando a importância das feiras escolares e da Feciba. “Antes nós não tínhamos acesso e orientação de como realizar uma pesquisa. As feiras foram muito importantes para que a gente chegasse até aqui”, complementa. O trabalho deles também ocupou a quarta colocação na categoria Engenharia, da Milset.

“Estas premiações reforçam o compromisso do Ciência na Escola e da Feira de Ciências da Bahia, ações que integram o programa Educar para Transformar, em buscar o protagonismo de nossos estudantes e, também, de divulgar o conhecimento científico em nossa rede. Isso mostra que nossa juventude só precisa de oportunidade e é papel do Instituto Anísio Teixeira, por meio dos projetos estruturantes, criar estas oportunidades. Hoje o IAT é referência em ações formativas e na realização das feiras de ciências”, explicou o diretor-geral do Instituto Anísio Teixeira (IAT), Severiano Alves.

Confira a relação dos projetos premiados

Produção de adesivos de unhas como complementação de renda no município de Governador Mangabeira

Professora: Jacidalva dos Reis da Silva Santana / Estudantes: Denise Santana de Almeida e Leonice Costa Leone. Colégio Estadual José Bonifácio – Governador Mangabeira

Prêmios – Abric e Certificação para a Feira Nacional de Ciências e Tecnologia (Cientec), em Lima, no Peru

Boia alarme contra enchentes e inundações (Bacei)

Professor: Lindomar de Oliveira Costa / Estudantes: Lucas Rocha Santos e Moisés Reis Barros. Colégio Estadual Antônio Batista – Candiba

Prêmios: 4º lugar Milset (Engenharias) e Certificação para a Feira Nacional de Ciências e Tecnologia (Cientec), em Lima, no Peru

Acompanhamento do projeto arara azul em Euclides da Cunha e Canudos

Professora: Poliana Gonçalves Guimarães / Estudantes: André Felipe Lima Ferreira e  Heverton Wesley da Silva Almeida Paixão. Educandário Oliveira Brito – Euclides da Cunha

Prêmios: 4º lugar Milset (Ciências Biológicas) e Certificação para ESI 2017

Produção de etanol 2ª geração a partir de resíduos de frutas

Professora: Margarete Correia De Araújo / Estudantes: Jonatas Rodrigues Santos e Cássio Lima dos Santos. Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação – Alvaro Melo Vieira – Ilhéus

Prêmios: 3º lugar Milset (Meio Ambiente e Gestão Ambiental) e Certificação ESI 2017

O uso da citronela de forma sustentável no controle ao mosquito Aedes aegypti na comunidade catuense

Professora: Adnailza Oliveria Santos / Estudante: Ana Beatriz Silva. Centro Estadual de Educação Profissional em Controle e Gestão do Nordeste Baiano – Pedro Ribeiro Pessoa

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br