Em um ano, PPP de diagnóstico de saúde por imagem faz 183 mil exames na Bahia

Em um ano, foram realizados mais de 183 mil novos exames de raios-x, tomografia, mamografia e ressonância nas unidades de bioimagem.

Em um ano, foram realizados mais de 183 mil novos exames de raios-x, tomografia, mamografia e ressonância nas unidades de bioimagem.

Pioneira no Brasil, a PPP de Diagnóstico por Imagem da Bahia iniciou suas atividades em 28 de maio de 2015, após o Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), assinar contrato com a Rede Brasileira de Diagnósticos (RBD), após concorrência pública. A empresa tornou-se responsável pela gestão e operação dos Serviços de Apoio ao Diagnóstico por Imagem em 11 hospitais públicos por 11,5 anos, período em que será investido R$ 1 bilhão.

Em um ano, feito neste sábado (28/05/2016), foram realizados mais de 183 mil novos exames de raios-x, tomografia, mamografia e ressonância nas unidades de bioimagem do Centro Estadual de Oncologia (Cican) e nos hospitais Ernesto Simões Filho, Octávio Mangabeira, Geral do Estado, Roberto Santos, Geral de Camaçari, Menandro de Faria (Lauro de Freitas), Regional de Guanambi, Geral de Vitória da Conquista, Luis Viana Filho (Ilhéus) e Prado Valadares (Jequié).

“Com a PPP, o Governo do Estado amplia a capacidade de atendimento à população, reduz custo, promove melhorias nos serviços prestados, como maior precisão do diagnóstico e agilidade na entrega dos resultados, além de gerar mais de 500 empregos diretos. Neste um ano de operação, os resultados são expressivos e a população é a principal beneficiada”, declarou o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas.

Na primeira etapa do projeto, a RBD entregou aos baianos o novo Centro de Bioimagem do Cican, a nova sala de raios-x do Hospital Ernesto Simões Filho e vai inaugurar, oficialmente, ainda neste semestre, a unidade do Hospital Especializado Octávio Mangabeira. A unidade no Cican passou a oferecer aos usuários da rede pública de saúde tomografia, mamografia digital com estereotaxia (equipamento para biópsia), raios-x e equipamentos de digitalização (CR’s), todos com a mais moderna tecnologia existente no setor privado.

O Hospital Ernesto Simões Filho, com mais um aparelho de raios-x, passando a contar com dois, e um equipamento de digitalização de imagens, passou a ter capacidade de realizar mais de 4.000 exames ao mês. No Hospital Octávio Mangabeira, com as reformas, ampliações e aquisição de novos equipamentos, a unidade passou a contar com recepção mais ampla, duas salas de raios-x, dois aparelhos de raios-x, uma sala de tomografia com um tomógrafo, salas de preparação e recuperação do paciente e sala de digitalização de imagem. Sob a gestão da RBD, a unidade passou a realizar mais de 23.580 exames nos últimos meses.

Para o presidente da RBD, Fernando Pereira, a assistência aos pacientes é um dos pontos diferenciais da gestão da concessionária. “Há elogios quanto à postura das equipes e reconhecimento quanto às mudanças estruturais nas unidades e no atendimento. Além disso, o tempo para realização dos exames e a entrega dos resultados diminuiu”. Segundo Pereira, o paciente, a depender do exame, tem a facilidade de realizá-lo no mesmo dia da solicitação do médico e os laudos são entregues em até dois dias úteis. A PPP também vai construir uma nova Central de Laudos que, atualmente, funciona provisoriamente com médicos especialistas nas diversas áreas da radiologia: músculo esquelético, abdômen, tórax, cabeça e pescoço.

Obras iniciadas no HGRS, Camaçari e Lauro de Freitas

A PPP de diagnóstico por imagem entrou na fase de adequações, revitalizações e reformas nos hospitais: Geral Roberto Santos (HGRS), Geral de Camaçari (HGC) e Menandro de Faria (Lauro de Freitas), com obras iniciadas desde meados de abril.

O Roberto Santos vai ganhar, além de um aparelho de ressonância, dois CR’s (para digitalização das imagens) e um tomógrafo de 128 canais, equipamento de última geração, utilizado em hospitais de ponta do país, como o Sírio Libanês e Albert Einstein, em São Paulo. Para o Menandro de Faria, serão adquiridos dois CR’s, um equipamento novo de raios-x e um tomógrafo de 16 canais, também de tecnologia avançada para diagnósticos mais precisos.

Os dois raios-x do Hospital Geral de Camaçari serão substituídos por dois novos equipamentos e a unidade de bioimagem vai ganhar um tomógrafo de 16 canais e dois CR’s.

No interior da Bahia, o projeto vai beneficiar os hospitais em Ilhéus, Vitória da Conquista, Guanambi e Jequié. Após as reformas, para operar os equipamentos e apoiar no atendimento, serão contratados mais 25 funcionários que serão distribuídos nas quatro unidades.

Em Jequié, a unidade vai ganhar um tomógrafo de 16 canais de última geração, um aparelho de ressonância magnética e um equipamento de ressonância magnética de última geração.

Já em Vitória da Conquista, serão instalados um tomógrafo de 64 canais, em substituição ao antigo, um aparelho de ressonância magnética, dois novos equipamentos de raios-x, em substituição aos atuais, e um mamógrafo digital com estereotaxia (equipamento para biópsia).

Todas as unidades do interior do Estado contarão com equipamentos de CR’s para digitalizar os exames de raios-x, e para Jequié e Guanambi serão adquiridos CR’s para digitalização dos exames de mamografias.

PPP aumenta eficiência em Guanambi

Com a gestão e a operação da RBD, a unidade de bioimagem do Hospital Regional de Guanambi teve aumento no número de realização de exames, passou a dispor de equipe técnica 24h e reduziu o tempo de entrega dos laudos. Atualmente, a unidade conta com um mamógrafo, um tomógrafo e um aparelho de raios-x, sendo que estes últimos serão substituídos pela RBD por equipamentos com tecnologia mais avançada.

Nos últimos cinco meses foram realizados mais de 12 mil raios-x, tomografias e mamografias, todos 100% laudados pela equipe médica da concessionária. “O número de raios-x superou a meta em 20% e o aumento de mamografias foi de 35%”, informa o presidente da RBD, Fernando Pereira.

Mais pessoas atendidas e entrega de resultados em menos tempo. Pereira confirma que foi reduzido de 30 para sete dias a entrega dos laudos, sendo que, em sua maioria, exames de emergência e de pacientes internados são entregues no mesmo dia. Ele acrescenta que serão feitas adequações nos espaços da unidade, com obras previstas para começar no próximo mês. “O nosso objetivo é deixar o ambiente mais agradável para os pacientes, funcional para os colaboradores e oferecer serviços e atendimentos públicos de qualidade à população baiana”, conclui.

A RBD

A Rede Brasileira de Diagnósticos é uma empresa baiana, constituída por uma das principais redes de medicina diagnóstica do país, a Alliar, em conjunto com a Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico (FIDI), especializada na gestão de diagnósticos por imagens para hospitais públicos, e a Philips, empresa holandesa que se destaca pela tecnologia em equipamentos de saúde.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br