Eleições 2016 – Bahia: Rede Sustentabilidade e PSOL debatem aliança

Reunião com dirigentes estaduais da Bahia dos partidos Rede Sustentabilidade e PSOL debate união objetivando eleições municipais de 2016.

Reunião com dirigentes estaduais da Bahia dos partidos Rede Sustentabilidade e PSOL debate união objetivando eleições municipais de 2016.

Lideranças da Rede  Sustentabilidade  e do PSOL baiano, se reuniram nesta segunda-feira(09/05/2016), para discutir a possibilidade de uma aliança entre as duas siglas nas eleições deste ano. O Porta Voz Estadual da Rede Sustentabilidade na Bahia, Júlio Rocha, destacou que o partido-movimento vai estrear no processo eleitoral e que as eleições de 2016 irão marcar a apresentação do partido à sociedade baiana, sendo Salvador uma “cidade estratégica” nesse contexto.

Rocha salientou a necessidade  de uma construção programática que fomente discussões sobre o projeto de cidade sustentável e de “tom” crítico à gestão do prefeito ACM Neto (DEM-BA). “Recentemente vem se tornando mais clara a afinidade entre as pautas do PSOL e da Rede na perspectiva do fortalecimento de um campo progressista e de oposição à frente conservadora. A sociedade precisa fugir da polarização PT\DEM e apoiar a construção de uma frente política alternativa!”, pontuou a liderança da REDE, ao apontar a possibilidade de uma coligação também no interior  baiano entre as duas legendas. Julio Rocha e o músico Babuca Grimaldi, ambos membros da direção nacional da sigla, são cotados para assumir a pré-candidatura do partido na capital, que deve ser definida nas próximas semanas.

O pré-candidato a Prefeito de Salvador pelo PSOL, Fábio Nogueira, ressaltou que existe um “cansaço” da sociedade brasileira em relação aos partidos políticos e enxerga que uma possível aliança   entre o PSOL e  a REDE pode ser o “contraponto” destas eleições, uma alternativa ao governismo e à direita conservadora. “ Estamos em um momento de reorganização da esquerda no Brasil. As pessoas estão muito descrentes com as representações políticas. Se fizermos a parceria vamos ser a alternativa de voto da população. Precisamos discutir elementos do programa, para que seja composto por relações mais horizontais, participativo e que dialogue com a realidade social de Salvador”, frisou Nogueira, ao questionar “qual é a cidade que nós queremos”? .

O Presidente Estadual do PSOL na Bahia, Ronaldo Santos, participou da reunião e lembrou que o Partido Socialismo e Liberdade está presente em 140 municípios do Estado e será de extrema importância uma coligação com a REDE Sustentabilidade para ampliar o tempo de televisão, garantir  a participação nos debates televisivos e ampliar a base social de atuação. “ Em Salvador, o PSOL vai  ter neste ano um candidato à prefeitura diferenciado das eleições anteriores”, frisou Santos, ao elogiar o carisma e capacidade de liderança do sociólogo Fábio Nogueira. Santos acredita que, caso seja feita a coligação, a chapa irá conseguir eleger pelo menos dois vereadores na capital baiana. Está previsto a realização de um seminário para discutir a linha programática dos dois partidos, 3 e 4 de junho, em  local a ser definido.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br