Deputado Valmir Assunção diz que prefeito de Sento Sé foi multado por omissão na recuperação de crédito de mais de R$ 1,2 milhão

Valmir Assunção: "“Esse prefeito foi multado em R$ 5 mil por omissão em adotar medidas para recuperação de crédito em Sento Sé no valor de mais de R$ 1,2 milhão.".

Valmir Assunção: ““Esse prefeito foi multado em R$ 5 mil por omissão em adotar medidas para recuperação de crédito em Sento Sé no valor de mais de R$ 1,2 milhão.”.

A representação encaminhada para o Ministério Público Estadual (MP-BA) pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA) contra o prefeito de Sento Sé, no Vale Franciscano da Bahia, Ednaldo Barros (PSDB), na última quinta (12/05/2016), foi caracterizada pelo deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) como mais um exemplo de modelo de gestão tucana. Nesta sexta-feira (13/05/2016), o parlamentar disse que “os governos administrados pelo PSDB são retrógrados e apontam para a desvalorização do trabalhador”.

“Esse prefeito foi multado em R$ 5 mil por omissão em adotar medidas para recuperação de crédito em Sento Sé no valor de mais de R$ 1,2 milhão. Agora o Ministério Público vai investigar a prática de ato de improbidade administrativa. É assim que administram os prefeitos do PSDB, além de proporcionar perdas de direitos ainda desorientam as gestões e colocam o povo em difícil situação”, pontua Valmir.

De acordo com o TCM, a irregularidade apontada contra o gestor Ednaldo Barros é relativa às contas de 2009. A representação ao MP foi determinada para regularização das contas, e o prefeito não apresentou ao TCM os documentos que comprovariam medidas adotadas para a cobrança do ressarcimento do valor apontado, assim como não enviou nenhum elemento de convicção.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br