Coluna de Antônio José Larangeira de 14 de maio de 2016

A charmosa oficial do Exercito e odontóloga Diana Aranha.

A charmosa oficial do Exercito e odontóloga Diana Aranha.

Manoel Cordeiro e Liduina, socialmente.

Manoel Cordeiro e Liduina, socialmente.

Sylvio Pedra e Paulo Aquino.

Sylvio Pedra e Paulo Aquino.

Aberto o Festival de Cinema

Começou ontem, em Feira de Santana se prolongando até amanhã, domingo, no Centro de Cultura Amélio Amorim, a segunda etapa da sexta edição do FECIBA – Festival de Cinema Baiano.  Com grande parte da programação gratuita em todos os três dias de evento, o público poderá assistir a 22 filmes, entre curtas e longas metragens de ficção, animação e documentário, além de participar de intenso debate acerca do universo cinematográfico baiano e brasileiro.  O início do festival ocorreu com a abertura da oficina de produção de curta metragem, que sob o comando da produtora e realizadora Paula Gomes, seguirá acontecendo em todas as manhãs do evento. “Tropykaos” do cineasta Daniel Lisboa, abriu oficialmente o evento. O longa apresentou uma metáfora do Sol e do calor soteropolitano que atormenta o jovem poeta Guima, personagem do ator Gabriel Pardal. O filme contou ainda com a presença de Edgard Navarro, Bertrand Duarte, e Fabricio Boliveira no elenco.

FECIBA, hoje

Hoje, sábado às 10:00, a Mostra Infanto-Juvenil exibe a animação “O menino e o mundo”, de Alê Abreu e os curtas “Alguma coisa na vida”, do Coletivo LEM e “Como dissecar uma menina malina”, de Deoveki Silva. No início da tarde, às 13:30, a Mostra Bahia Adentro, composta por filmes produzidos em diversas partes do estado, traz os filmes “Umbigo”, de Cauê Rocha, “Das dores da penitência”, de Wellington Monteclaro e “No dia em que acordamos surdos”, de Rafael Oliveira. Às 15:30, dentro da Mostra Retrospectiva e também com entrada gratuita, a exibição de “A idade da terra” dá continuidade à homenagem ao ator Mário Gusmão, que fez parte do elenco do filme dirigido por Glauber Rocha. Em seguida, às 17:30, a Mostra Competitiva exibe gratuitamente o Programa 1 composto pelos curtas “Cordilheira de Amora II”, de Jamille Fortunato, “Órun Àiyé: A Criação do Mundo”, de Jamile Coelho e Cintia Maria, “Neandertais”, de Marcus Curvelo, “Entroncamento”, de Maria Carolina e Igor Souza e “Retomada”, de Leon Sampaio. Às 19h, “Minha amada morta” de Aly Muritiba e “Alegoria da dor”, de Matheus Viana, encerram o segundo dia de programação dentro da Mostra Bahia Afora.

Encerramento

Também com entrada gratuita a mesa redonda “A linha de fronteira se rompeu” encerrará amanhã o FECIBA, a partir das 10:00 com a participação do professor da Universidade Estadual de Feira de Santana, Cláudio Cledson, da realizadora e integrante do Coletivo Tela Preta, Larissa Fulana de Tal e do cineasta Deo. Às 15:30, a Mostra Sexualidades, que explora e discute a temática de gênero do cinema nacional e regional, traz gratuitamente os filmes “Âncora do Marujo”, de Victor Nascimento e “Desejos”, de Clarissa Rebouças. Na sequência, 17:30, o Programa 2 da Mostra Competitiva exibe os curtas “Salitre”, de Lara Belov, “Sísifo do Vale”, de George Varanese, “Ana”, de Camila Camila, “IFÁ”, de Leo França e “Sandrine”, de Elen Linth e Leandro Rodrigues. Com entrada a R$5,00 (cinco reais), o encerramento do VI FECIBA em Feira de Santana fica por conta da Mostra Atualidades, às 19:30, com o filme “O amor dos outros”, de Deo, que conta a história de Junior, um jovem de 30 anos, estagnado e sem perspectiva que vai conduzindo a vida através de amores flagelados.

Museu Olímpico

Ontem, 13, a cidade de Feira de Santana recebeu o Museu Itinerante Se Prepara Brasil — O Caminho do Esporte até o Rio de Janeiro. Um museu sobre rodas que está fazendo uma verdadeira volta olímpica pelo Brasil, levando o espírito olímpico às cinco regiões do país com o objetivo de preparar a população para o maior evento esportivo mundial. A ação é promovida pelo Grupo Bradesco Seguros, patrocinador e segurador oficial dos Jogos Rio 2016. Até hoje, o museu ficará aberto à visitação gratuita, das 9h às 18h, na Praça João Barbosa Carvalho, no centro da cidade. A exposição apresenta mais de 100 peças do acervo do Comitê Olímpico Internacional (COI), do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e do Comitê dos Jogos Rio 2016, além de coleções particulares. Dividido em cinco seções — “História”, “Esportes”, “História Brasileira”, “Curiosidades” e “Rio 2016” — o Museu Itinerante Se Prepara Brasil apresenta peças que retratam todas as edições dos Jogos Olímpicos da Era Moderna.

Educação continuada

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia é a primeira Instituição Pública de Ensino Superior em território baiano a ofertar cursos de Educação Continuada sem Tutoria na modalidade de Ensino a Distância, também conhecidos como MOOCs (Massive Open OnlineCourse), em tradução: Curso Online Aberto e Massivo. Os cursos são disponibilizados gratuitamente desde início de 2015 e abertos para toda a sociedade. De acordo com o superintendente de Educação Aberta e a Distância (SEAD), Ariston Cardoso, por meio da Educação a Distância, a UFRB reforça seu compromisso com a promoção da inclusão social e na construção de um conhecimento multidisciplinar. Ele ainda explica que, em função dos cursos serem abertos, qualquer pessoa pode ter acesso ao seu conteúdo. Atualmente, a UFRB já conta com mais de 17 mil inscritos em seus cursos, com pessoas de diversos estados matriculados, inclusive de fora do país.

Jornal Grande BahiaTribuna da Bahia e Notícias da Bahia

Sobre o autor

Antonio José Larangeira
Antonio José Larangeira nasceu em 11 de janeiro de 1945, é natural de Santo Amaro da Purificação (BA), é formado em Administração, pela Faculdade Anísio Teixeira (FAT). Atua como jornalista profissional, com registro nº 514 (SINJORBA/FENAJ) e publica coluna diária nos jornais Grande Bahia, Pátria Latina e Tribuna da Bahia. E-mail: ajlarangeira2@hotmail.com.