Coluna de Antônio José Larangeira de 03 de maio de 2016

 “É a primeira e continua sendo o maior carnaval fora de época do país”. Assim o prefeito José Ronaldo de Carvalho resumiu o sucesso da Micareta de Feira de Santana em 2016.

“É a primeira e continua sendo o maior carnaval fora de época do país”. Assim o prefeito José Ronaldo de Carvalho resumiu o sucesso da Micareta de Feira de Santana em 2016.

 “Avisa as recalcadas que Claudinha chegou”. Assim foi dada a largada e ela entrou na avenida Presidente Dutra, no domingo, 1, último dia da Micareta de Feira, agitando o folião pipoca. Sem cordas, assim foi a passagem de Claudia Leitte pelo Circuito da festa.

“Avisa as recalcadas que Claudinha chegou”. Assim foi dada a largada e ela entrou na avenida Presidente Dutra, no domingo, 1, último dia da Micareta de Feira, agitando o folião pipoca. Sem cordas, assim foi a passagem de Claudia Leitte pelo Circuito da festa.

Há três décadas e meia, Bell Marques estreava na Micareta de Feira de Santana. Em tom de agradecimento, ele lembrou um pouco de sua história na primeira micareta do Brasil.

Há três décadas e meia, Bell Marques estreava na Micareta de Feira de Santana. Em tom de agradecimento, ele lembrou um pouco de sua história na primeira micareta do Brasil.

Cláudia Leite e Kanario comandaram último dia de folia

A Micareta de Feira de Santana foi encerrada no domingo e o folião pipoca foi novamente o grande privilegiado tendo como atrações Claudia Leite, musa do axé music, e Igor Kannário, o príncipe do gueto. Pela primeira vez Kannário se apresentou sem um bloco na Micareta de Feira e arrastou uma verdadeira multidão pela avenida com o conhecido por músicas que viraram bordões, como “Tudo Nosso, Nada Deles” e “Barril Dobrado”. “É a primeira e continua sendo o maior carnaval fora de época do país”. Assim o prefeito José Ronaldo de Carvalho resumiu o sucesso da Micareta de Feira de Santana em 2016.

O maior fator para o sucesso, segundo o prefeito, foi a grande quantidade de atrações para o folião pipoca. “Na rua tivemos um número expressivo de artistas sem as cordas para o público se divertir”, pontuou. A contribuição dos camarotes particulares e os blocos para a festa foi reconhecida por José Ronaldo. “Todos que fazem a festa tem participação positiva. Os camarotes trouxeram grandes atrações e os blocos fizeram a animação de sempre”.

Bacalhau

O Bloco Bacalhau na Vara, entidade mais antiga que a própria Micareta de Feira de Santana, retornou à festa momesca este ano em um desfile marcado por homenagem e a alegria contagiante de sempre. Em 2015 o bloco não desfilou por conta do falecimento do seu diretor-presidente, Hugo Navarro. No começo do desfile, a cantora Dilma Ferreira cantou o hino de Senhor do Bonfim em homenagem ao dirigente. O prefeito Jose Ronaldo esteve presente.

La Vem Elas

O bloco de travestidos mais tradicional da Micareta de Feira deu um toque de irreverência e descontração ao sábado de folia. A fantasia deste ano foi uma alusão ao hit do Carnaval de Salvador, “Paredão Metralhadora”, da banda a Vingadora. Vestidos de belas saias e blusas verde suvivil, e animados pela banda Psirico, o bloco Lá Vem Elas “metralhou” a todos com a sua alegria. O cantor Márcio Vitor, que há vários anos comanda o bloco, entrou no ritmo da brincadeira, mesmo sem aderir a fantasia desta vez. Por onde o bloco passava, arrancava risos das demais pessoas na avenida marcas registradas do Lá Vem Elas. O deputado estadual Ze Neto, participou da brincadeira saudável que predominou o bloco em questão.

Bell

Há três décadas e meia, Bell Marques estreava na Micareta de Feira de Santana. A festa momesca feirense tem participação importante na carreira de um dos ícones do axé music. Em tom de agradecimento, ele lembrou um pouco de sua história na primeira micareta do Brasil em sua passagem pelo Circuito Maneca Ferreira, na noite deste sábado, puxando o Bloco Vumbora Aê e milhares de foliões pipoca.

Exposição

Na tarde de sexta, na CAIXA Cultural Rio de Janeiro, o curador da exposição “Antonio Maia – Ex-voto, Alma e Raiz”, o feirense Cesar Romero, realizou uma visita guiada com a equipe que cuidará do educativo da mostra. Durante o bate-papo, o curador contou curiosidades sobre o artista sergipano, falou sobre as obras expostas e o contexto no qual elas se encaixam e também comentou sobre sua longa amizade com Antonio Maia. Ao falar sobre as motivações para realizar a exposição, Cesar Romero deixou todos muito emocionados. A exposição “Antonio Maia – Ex-voto, alma e raiz” abre neste sábado, às 17h, na CAIXA Cultural Rio de Janeiro. A mostra apresenta ao público 40 telas do sergipano Antonio Maia produzidas nos últimos 30 anos. A exposição é uma homenagem do artista plástico baiano César Romero, que assina a curadoria, ao pintor que foi seu amigo pessoal.

Jornal Grande BahiaTribuna da Bahia e Notícias da Bahia

Sobre o autor

Antonio José Larangeira
Antonio José Larangeira nasceu em 11 de janeiro de 1945, é natural de Santo Amaro da Purificação (BA), é formado em Administração, pela Faculdade Anísio Teixeira (FAT). Atua como jornalista profissional, com registro nº 514 (SINJORBA/FENAJ) e publica coluna diária nos jornais Grande Bahia, Pátria Latina e Tribuna da Bahia. E-mail: ajlarangeira2@hotmail.com.