Após deslizamento, prefeitura de Salvador quer retirar famílias de área afetada

ACM Neto diz prefeitura de Salvador quer retirar famílias de área afetada.

ACM Neto diz prefeitura de Salvador quer retirar famílias de área afetada.

Depois que parte de uma casa desabou na quarta-feira (04/05/2016) de manhã em Salvador, por conta das chuvas, a prefeitura informou que está trabalhando na contenção de encostas na comunidade do Barro Branco, onde ocorreu o incidente, e que estuda remover famílias que vivem na área.

Segundo o Executivo municipal, 60% das obras de contenção de encostas na região – que já foi palco de uma tragédia há um ano, quando 11 pessoas morreram soterradas – foram entregues, com investimento de R$ 8 milhões. No entanto, o projeto só será concluído em outubro.

A Coordenação de Defesa Civil de Salvador fez uma inspeção no local, mas ainda não indicou a quantidade de casas atingidas e de famílias que devem ser remanejadas para outras áreas. Uma nova inspeção será feita esta tarde e o órgão poderá solicitar a retirada das famílias dos imóveis condenados.

A Secretaria de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza vai encaminhar os desalojados para cadastramento que permite o recebimento do Aluguel Social, no valor de R$ 300.

O deslizamento de terra desta manhã, que provocou o desabamento de parte de uma casa, foi provocado por uma infiltração no barranco, que gerou o deslocamento de uma grande quantidade de terra. Esse deslocamento atingiu uma rede de água e provocou o deslizamento, numa área onde ainda não havia chegado a cobertura de contenção.

*Com informação da Agência Brasil.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br