Mata de São João: Praça que foi vítima de tentativa de homicídio em show ‘rompe o silêncio’ e acusa capitão que fazia segurança

Show do Wesley.

Cena do show de Wesley Safadão.

O soldado da polícia militar André Luís Neves “rompe o silêncio” e acusa o capitão da PM Pablo Fagner Araújo Carvalho, diretor da Cadeia Pública do Estado da Bahia. Segundo André Neves, ele é o responsável pelo disparo que o vitimou, durante um show de Wesley Safadão, na Praia do Forte, litoral norte da Bahia.

A denúncia chegou ao coordenador de comunicação da Aspra, soldado A. Santos, na tarde desta segunda-feira (11/04/2016), depois de longo período de internação do militar.

Conforme depoimentos de testemunhas na Corregedoria da Polícia Militar,  o capitão prestava serviço de segurança clandestino no evento e atirou quando o policial estava desarmado e ajoelhado.

Segundo informações do coordenador de comunicação da Aspra, o oficial já responde criminalmente pela prática de agressões a um espectador que tentou subir no palco de um evento realizado na Casa de Espetáculos Cais Dourado, no bairro de Águas de Meninos, onde ele também fazia segurança clandestina, no dia 14 de janeiro de 2015.

O deputado Marco Prisco Caldas Machado reclamou de uma série de irregularidades cometidas na ação que resultou na tentativa de homicídio do praça. Conforme o parlamentar, que também é coordenador-geral da Aspra, a arma do soldado Neves só foi apresentada pelo capitão Lopes, na Corregedoria da PM, mais de sete horas após o ocorrido. “E a do capitão que praticou a tentativa de homicídio até hoje não apareceu”, reclamou.

“Por que, ao invés de seguir o procedimento habitual que é o de condução à Corregedoria da PM, o capitão Lopes, lotado na Polícia Rodoviária Estadual, que acompanhava Pablo não o levou para responder pela tentativa de homicídio? Só existe rigor da lei para os praças baianos? Trata-se de prevaricação. Os oficiais também não são alcançados pelo rigor da legislação?”, questionou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br