Governador Rui Costa se reúne com líderes do MST no CAB

Governador Rui Costa recebe representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Governador Rui Costa recebe representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Para dar encaminhamento a demandas em áreas consideradas prioritárias, tanto pelo Governo do Estado quanto pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), o governador Rui Costa esteve reunido na tarde desta terça-feira (26/04/2016), na Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, com líderes do movimento, entre eles, o coordenador estadual, Evanildo Costa.

Investimentos públicos em educação, infraestrutura, acesso à água e habitação foram alguns dos assuntos tratados durante o encontro. O vice-governador e secretário do Planejamento, João Leão, e o titular da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Jerônimo Rodrigues, entre outros secretários, também participaram da reunião. “O governador Rui Costa determinou que continuássemos o trabalho com o intuito de resolver as pendências”, afirmou Leão.

De acordo com Jerônimo, que foi escolhido para ser o principal interlocutor do governo com os movimentos sociais de luta pela terra, além de reconhecer a legitimidade do MST e dos demais movimentos, o governo estadual considera justa a pauta apresentada. “Eles têm uma agenda muito positiva. Levantam, fazem caminhada. [No acampamento montado no CAB], as crianças têm aula. O MST tem uma disciplina, uma organização. Essa luta pela terra, eles entendem o que estão fazendo. Ao nos chamar para avaliar a educação nos assentamentos, o MST dá conteúdo para a gente [debater]”.

Ainda segundo o secretário da SDR, estão sendo feitos esforços para atender as demandas. “Abrimos uma agenda de debates, de reuniões. [2015] foi um ano difícil de recursos. Mas é uma determinação do governador atender o que for possível e necessário. Ele [Rui Costa] entende como aspecto importante tratar o tema da educação, do esporte, da cultura, da água [para todos]. Esta reunião consolidou aquilo que o movimento pôde abrir mão, no que foi possível compreender ”.

O coordenador estadual do MST, Evanildo Costa, reiterou que “tudo o que foi combinado [com o governo do Estado em 2015] foi reajustado, não no nível do acerto que fizemos no ano passado, mas o que ele [o governador Rui Costa] disse que pode ser cumprido”.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br