Governador Rui Costa entrega moradias e títulos de terra em Ituberá

Governador Rui Costa entrega moradias.

Governador Rui Costa entrega moradias.

Vias pavimentadas, calçadas com piso tátil, redes de energia elétrica e de água fazem parte do residencial Novo Tempo, construído pelo programa Minha Casa, Minha Vida no município de Ituberá, no Baixo Sul da Bahia. O governador Rui Costa, diretores da Caixa Econômica Federal (CEF), entre outras autoridades, estiveram nesta quinta-feira (14/04/2016) na cidade para entregar as 450 unidades habitacionais erguidas no modelo vilage e destinadas a famílias com renda de até R$ 1,6 mil. No evento, também foram entregues 199 títulos de terra para pequenos produtores rurais da região. Com o documento, eles agora terão acesso a crédito e programas produtivos.

“A entrega de casas mexe com o coração de quem recebe os imóveis, mas também de quem ajudou a construir este empreendimento. É uma emoção. Cada uma dessas casas custa em média R$ 60 mil. A menor prestação custa R$ 25 e a maior R$ 80. Mais do que um programa habitacional, o Minha Casa, Minha Vida é um programa social. São quatro milhões de unidades em todo o país e aproximadamente 16 milhões de brasileiros que passaram a ter um lar para viver”, disse Rui durante a inauguração.

O governador também pediu aos moradores que ajudem a conservar o patrimônio que eles acabaram de adquirir. “Este é lugar da família. Portanto, de alegria, de descontração. Sugiro que vocês se organizem e façam daqui um condomínio. Se cada família puder uma pagar certa quantia por mês para este condomínio, vocês terão caixa para poder fazer uma festa de São João, ou do Dia das Mães, dos Pais, enfim, qualquer evento que vocês queiram”.

Cada moradia tem dois quartos, sala, banheiro e cozinha com área de serviço. O residencial também dispõe de áreas de lazer como salão de festa, campo de areia e parque infantil. Cada detalhe foi planejado para agradar e atender às necessidades dos moradores, como a marisqueira Ivonete Santos, 44 anos, que vai morar com o marido, um filho com deficiência e uma neta. “Estou feliz da vida. É tudo que sempre pedi a Deus. Queria uma casa. Quando consegui, eu chorei, eu gritei. Não sei nem explicar a emoção que senti no momento. Não tinha casa. Morava num barraco de lona, dos outros. Depois passei para uma casa de bloco, que me deram. Agora, graças a Deus, estou realizando um grande sonho”, contou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br