Feira de Santana: vereador Edvaldo Lima denuncia no Ministério Público “descaso” em escolas municipais da zona rural; governistas defendem gestão

ereador Edvaldo Lima dos Santos: "escolas do Município que estão em situação deplorável. Convido imprensa, vereadores e interessados a irem comigo visitar algumas escolas e verem de perto o que o Governo Municipal está fazendo com a educação da nossa cidade. Eu até disponibilizo o transporte, se precisar”.

Vereador Edvaldo Lima dos Santos: “escolas do Município que estão em situação deplorável. Convido imprensa, vereadores e interessados a irem comigo visitar algumas escolas e verem de perto o que o Governo Municipal está fazendo com a educação da nossa cidade. Eu até disponibilizo o transporte, se precisar”.

A situação de “descaso” em quatro escolas municipais situadas na zona rural de Feira de Santana foi denunciada pelo vereador Edvaldo Lima (PP), nesta quarta-feira (20/04/2016), na tribuna da Casa da Cidadania. O edil informou que já encaminhou as demandas ao Ministério Público.

“No dia 14 de setembro de 2015, estive visitando  no povoado do Rio do Peixe, em Jaguara, a Escola Municipal José Martins dos Santos. Olha aqui como está a situação da escola. A escola que tem apenas dois metros mais ou menos de altura, uma quentura que não tem sobrevivente que fique, mas tem 60 crianças estudando naquele lugar”, disse o oposicionista, mostrando fotografias do local para comprovação da denúncia.

Edvaldo informou que, recentemente, retornou ao local e percebeu que a situação só se agravou. “Este vereador voltou lá no dia 7 de abril de 2016, meses depois, e a escola piorou a situação. O pior de tudo é que essa escola não tem banheiro, não tem piso, as cadeiras todas quebradas, não existe cadeira, é um verdadeiro desleixo, mas o vereador Edvaldo Lima foi ao Ministério Público e espero que o Ministério Público vá fazer uma visita naquela escola”, declarou o edil, ressaltando que no ano passado, após a sua denúncia, o líder do Governo afirmou que as providências seriam tomadas “e, até hoje, nada foi feito”.

O pepista continuou citando problemas encontrados em outras unidades também na zona rural de Feira de Santana.  “A Escola Municipal Godofredo Coutinho de Pereira, na Fazenda Ladeira, em Tiquaruçu, está abandonada também, possui infiltrações e há várias outras demandas. Aqui está também, a Escola Municipal Maria Oliveira Dórea, situada na Vila São José, no distrito de Ipuaçu, não tem merenda, não tem fogão, não tem geladeira, está no abandono total. A merenda está sendo armazenada na casa da zeladora, está sendo acumulada fora de onde deveria estar”, reclamou.

O vereador citou ainda problemas  em outra escola do distrito de Tiquaruçu. “Ainda tem outra escola, Escola Municipal Martiniano da Silva Carneiro, em Tiquaruçu, onde a rede de energia elétrica está estourada. Tem um amigo da escola que ajuda, mas a escola tem direito a receber verba, mas não tem recebido”, lamentou.

O edil reiterou que  já encaminhou todas essas demandas ao Ministério Público e ressaltou que a educação da rede municipal é muito diferente daquela que é mostrada nas propagandas institucionais. Segundo Edvaldo Lima, o Governo gasta “milhões e milhões” com publicidade para dizer que a educação vai bem. “Apresenta dois colégios e diz que está fazendo o melhor pela educação”, afirmou.

Ele disse que o que mais lhe chamou a atenção é a situação da Escola Municipal Oliveira Dórea. “Não tem merenda escolar nessa escola, os professores ficaram até com medo de falar, com medo de represálias. Segundo a pessoa que me passou a denúncia, a merenda, a geladeira, o fogão, tudo da escola está lá na casa de uma trabalhadora da educação e, o pior de tudo, é que todos os alunos estão misturados apenas em uma única sala de aula. Esta é a educação que está sendo servida em Feira de Santana”, lamentou.

O vereador se prontificou a disponibilizar veículos para que os profissionais de comunicação, sobretudo da TV Subaé, possam averiguar in loco a denúncia.  Edvaldo pediu  também ao presidente do Legislativo feirense, Reinaldo Miranda (PHS), que criasse uma comissão de vereadores e incluísse o nome dele e do líder do Governo, José Carneiro (PSDB), para apuração dos fatos.

Edvaldo critica estrutura de escolas municipais

O vereador Edvaldo Lima (PP) voltou a usar a tribuna da Casa da Cidadania, no horário do pequeno expediente, nesta quarta-feira (20), para reiterar que escolas da rede municipal de ensino não estão em bom estado de conservação. Ele apresentou fotografias dos estabelecimentos de ensino, para comprovar a denúncia.

“Gostaria que os formadores de opinião que aqui estão prestassem atenção nas palavras que o líder do Governo utiliza para defender o indefensável. Ele tenta atingir a moral deste vereador, mas não vou permitir. Vim aqui para falar das escolas do Município que estão em situação deplorável. Convido imprensa, vereadores e interessados a irem comigo visitar algumas escolas e verem de perto o que o Governo Municipal está fazendo com a educação da nossa cidade. Eu até disponibilizo o transporte, se precisar”, disse Edvaldo.

E continuou criticando o estado de conservação de algumas escolas. “No início do meu mandato estive na Escola Municipal José Martins dos Santos, na localidade do Rio do Peixe, e voltei lá no dia 07 de abril deste ano, onde encontrei a unidade do mesmo jeito, inclusive tirei fotos e aqui estão para quem quiser ver. Lá as crianças estão estudando amontoadas, é uma falta de respeito e imoralidade o que este Governo faz com a população da zona rural e sede. O prefeito jurou aqui nesta Casa cumprir a Constituição Federal, mas não está cumprindo, está mentindo”, disparou.

O edil teceu críticas também a outras escolas que visitou. “O Governo gasta milhões em propaganda afirmando que escolas estão sendo reformadas e construídas, quando na verdade em uma ou duas acontece isso. O BRT não tem nem dois anos que começaram as obras e o prefeito já tomou mais de R$ 100 milhões para concluir uma obra faraônica, que não vai para lugar nenhum. E, agora, a educação, que está um caos. A Escola Municipal Maria Oliveira Dórea, em Ipuaçu, não tem equipamentos, internet, bebedouro e mais. E depois a publicidade diz que todas as escolas municipais dispõem de internet”, queixou-se.

E não parou a fazer relatos. “Na Escola Municipal Martiniano da Silva Carneiro, na BR- 124, distrito de Tiguaruçu, não tem rede elétrica. A Escola Municipal Godofredo Coutinho Pereira não tem nada dentro dela. Já dei entrada no Ministério Público denunciando estas situações. Este Governo não tem condições de estar à frente do nosso Município, porque isso que está acontecendo nas escolas é improbidade administrativa. Quero saber como está sendo o destino dos recursos enviados para a educação?”.

Em aparte, o vice-líder do Governo na Casa, vereador Marcos Lima (PRP), explicou a situação da escola localizada no Rio do Peixe. “Uma empresa venceu a licitação, mas não teve condições financeiras de terminar. Passou então para a que ficou em segundo lugar. Esta assumiu, mas também não teve condições financeiras de concluir, então seguindo os trâmites legais, a Prefeitura terá que instaurar outro processo licitatório”, defendeu.

O vice-líder convidou o colega Edvaldo a marcar presença na inauguração de uma creche no distrito de Maria Quitéria. “Para que possa ver de perto o quanto que o Município investe na educação da nossa cidade e dos distritos. Centenas de escolas já foram reformadas e dezenas construídas”, revelou.

Para finalizar, Edvaldo disse que estava sangrando por dentro ao ver tanta falta de respeito por parte do Município com a educação ofertada à população. “E este Governo ainda vem dizer que está tudo bem, ele faz de tudo para que minha voz não saia desta Casa, mas Deus é o comandante de nossas vidas e vai libertar nosso povo. Quero também dizer que o Estado não deve fugir às obrigações de oferecer para nós melhor educação”, pontuou.

Líder do governo comenta sobre denúncia da Escola do Povoado do Rio do Peixe

O líder governista José Carneiro pronunciou sobre as denúncias do vereador Edvaldo Lima (PP) em relação à “situação de abandono” da Escola Municipal José Martins dos Santos, que fica situada no povoado do Rio do Peixe, no distrito de Jaguara.

“A escola do Rio do Peixe funciona em uma única casa que o Município conseguiu encontrar naquela localidade para alugar enquanto a sede da escola passava por uma reforma. Esta escola passou por um processo licitatório e, no decorrer da obra, a empresa abandonou o serviço e aí a burocracia exigiu que o Governo fizesse nova licitação para continuar a reconstrução da escola”, explicou Carneiro.

Ele acrescentou: “no entanto, o vereador de coração ferido, magoado, que transmite apenas raiva quando usa este microfone, sem conhecer de fato a situação,  tenta, de alguma forma, denegrir a imagem deste Governo”, disse o edil, se referindo a Edvaldo Lima.

Segundo José Carneiro, o governo José Ronaldo foi o que mais investiu em educação em Feira de Santana, construindo e reformando escolas. “E hoje, inclusive, o senhor está convidado para ir ali ao distrito Maria Quitéria,  para prestigiar mais uma inauguração do governo José Ronaldo de Carvalho, que é diferente do governo que o senhor apoia, que já está nove anos e meio no poder e nunca construiu uma única escola nesta cidade”, ressaltou o tucano, lembrando que o Governo do Estado prometeu construir o novo prédio do Ecassa. “Cadê vereador Edvaldo?”.

Marcos Lima faz defesa do Governo Municipal na tribuna

No uso da tribuna na sessão ordinária da Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta quarta-feira (20/04/2016), o vice-líder do Governo, vereador Marcos Lima (PRP), fez a defesa do Governo Municipal em relação às acusações do colega Edvaldo Lima (PP) sobre a educação municipal da cidade.

Marcos Lima afirmou que todos sabem que a Escola Municipal José Martins dos Santos, situado no povoado do Rio do Peixe, no distrito de Jaguara, não está pronta porque a empresa vencedora da licitação não teve condições de concluir a obra. “Mas tenho certeza de que o Município está se empenhando para concluí-la”, garantiu o vereador, afirmando ainda que o Governo investe e aplica recursos de forma séria e coerente. “Fazer denuncismo é fácil, o difícil é estar na pele e realizar um trabalho sério e humano, como faz o Governo Municipal”, findou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br