Feira de Santana: exposição de esculturas do artista plástico Valério Voltz mostra arte de transformar reciclados

Artista plástico Valério Voltz ao lado de uma das peças da exposição.

Artista plástico Valério Voltz ao lado de uma das peças da exposição.

Materiais recicláveis que teriam como destino certo o lixo, como resto de madeiras, plásticos, papel, metais e vidro, estão tendo um destino nobre nas mãos do artista plástico Valério Voltz, gaúcho de 48 anos. Tudo que seria descartável ganha nova vida e se transforma em belas esculturas, que podem ser vistas e adquiridas, desde segunda-feira, 11 de abril de 2016, até o próximo dia 30, no Mercado de Arte Popular (MAP).

Abordando o tema sugestivo de “A arte da transformação ecoescultura”, Valério Voltz revela que as esculturas são produzidas principalmente utilizando a técnica de papietagem e papel machê, visando estimular a população a evitar a poluição do meio ambiente. “Com isto procuramos em coisas bacanas e que transmitem alguma mensagem o que certamente iria para o lixo”, frisou.

Dentre as 22 peças em exposição estão a “Sempre bela”, uma escultura de uma mulher gordinha que, conforme o artista plástico, quebra o conceito de beleza, “mostrando que a mulher não deixa de ser bela por ser gorda”.

Também pode ser vista uma máscara com o tema “Prisão do pensamento”, “Absorção do conhecimento”, além de onça, pássaros no ninho, águia e outros temas diversos.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br