“Comissão de saúde da Câmara Municipal de Feira de Santana deve intermediar a causa dos agentes comunitários de endemias”, declara vereador Beldes Ramos

Beldes Ramos.

Beldes Ramos.

Durante o uso da tribuna na sessão ordinária desta segunda-feira (18/04/2016), na Casa da Cidadania, o vereador Beldes Ramos (PT) iniciou seu discurso parabenizando a luta dos agentes comunitários de saúde.

O edil reiterou uma solicitação sua que foi feita na última sessão, pedindo o auxílio da comissão de saúde da Casa para poder acompanhar a classe e intervir junto ao poder municipal, para que a causa ganhe mais força e possa ser aceita com mais agilidade.

“Creio que não há motivos para se delongar mais na situação dos agentes de endemias, uma vez que os agentes comunitários de saúde já teve a causa ganha e já tem lá por lei garantida o seu reajuste, que deveria estar incluso também no projeto que deu o piso dos agentes comunitários. Feira de Santana foi o único município do Estado da Bahia que aprovou o piso salarial dos agentes comunitários de saúde separado dos agentes comunitários de endemias. Todos os outros municípios colocaram o projeto casado, não divorciado, até porque o trabalho de vocês embora seja categorias diferentes é semelhante.

O Trabalho de vocês merece ser reconhecido e valorizado e o que nós vereadores devemos fazer é aprovar e também pressionar para que esse projeto não demore e chegue aqui. Essa causa não é só minha, nem do vereador Edvaldo Lima porque somos oposicionistas, mas também dos governistas, principalmente porque são eles que possuem o acesso direto ao prefeito. Então continuem na luta, procurem esses vereadores, porque esse direito é de vocês. São mais de dez anos de luta, que merece ser reconhecido”, disse o parlamentar.

Nery sugere comissão para solucionar problema dos agentes de endemia

O vereador e líder da bancada de oposição, Alberto Nery, sugeriu que a Câmara de Vereadores forme uma Comissão Especial para intermediar o diálogo dos Agentes de Endemias e a Prefeitura Municipal de Feira de Santana. Os trabalhadores da categoria estiveram mais uma vez nas galerias da Casa da Cidadania nesta segunda-feira (18/04/2016) para protestar contra a prefeitura que ainda não concedeu o piso salarial. “Estou à disposição para formarmos uma comissão e junto com o presidente da Casa, a prefeitura e a categoria, discutirmos uma solução”.

Para Nery é lamentável que seja necessário os agentes fazerem greve para ter acesso a um direito garantido por lei. “Só aqui em Feira de Santana esse tipo de coisa acontece. Eles já lutaram e garantiram o direito no âmbito federal. O prefeito precisa cumprir a lei. Se já foi possível conceder o piso aos agentes comunitários de saúde, porque não estender o benefício a quem também tem direito? Agora ficamos numa situação delicada, tendo em vista a importância do trabalho desses profissionais principalmente nesse período chuvoso e a micareta que se aproxima, o que facilita a proliferação das doenças causadas pelo mosquito, combatido pelo trabalho desses agentes”, lamentou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br