Advogado-geral da União diz que juiz Sérgio Moro violou a lei ao divulgar conversa entre Lula e Dilma

Indícios apontam por violação legal cometida pelo juiz Sérgio Moro com a finalidade de interferir na ordem política do país.

Indícios apontam por violação legal cometida pelo juiz Sérgio Moro com a finalidade de interferir na ordem política do país.

O advogado-geral da União (AGU), José Eduardo Cardozo, elogiou hoje (31/03/2016) a atuação do juiz federal Sérgio Moro na condução da Operação Lava Jato, mas disse que a decisão do juiz em autorizar a divulgação dos áudios entre Lula e a Dilma ofendeu a Constituição e a legalidade vigente.

O Supremo julga nesta tarde se mantém a decisão de o juiz Sérgio Moro, responsável pela investigação da Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal, continuar na condução dos inquéritos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Na medida em que alvos interceptados se comunicaram com a presidenta da República, com ministros de Estado e com parlamentares não poderia sua excelência Sérgio Moro ter feito qualquer consideração sobre esta matéria, sob pena de clara de usurpação de competência desta Suprema Corte”, argumentou Cardozo.

Publicidade

Publicidade

Compartilhe e Comente

Facebook do JGB

Publicações relacionadas

+ Publicações >>>>>>>>>

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br