Vereador Edvaldo Lima volta a criticar gestão do transporte alternativo gerido pela Prefeitura de Feira de Santana

Vereador Edvaldo Lima dos Santos volta a criticar Governo Municipal no que tange a transporte alternativo.

Vereador Edvaldo Lima dos Santos volta a criticar Governo Municipal no que tange a transporte alternativo.

Nesta terça-feira (22/03/2016), durante pronunciamento na tribuna da Casa da Cidadania, o vereador Edvaldo Lima (PP) voltou a criticar o Governo Municipal pela forma como vem agindo na questão do transporte alternativo, que luta pela renovação do contrato com a Prefeitura, uma vez que, mais de 200 pais e mães de família estão sem trabalhar.

“Retorno a esta tribuna e aqui estão de volta às galerias os companheiros do alternativo. O Governo do Município não pode paralisar o sistema alternativo. A vistoria dos veículos está em dia, feita no dia 2 de fevereiro, e ainda os veículos têm vários meses para rodar e, com isso, direito a renovação do contrato por mais seis meses”, afirmou.

O edil pediu que o Governo Municipal renove o contrato com a categoria. “Estamos pedindo para que o Governo renove, o prefeito deu um tiro no pé, porque com essa documentação que vocês têm em mãos, indo à Justiça o juiz vai determinar o retorno às atividades, porque não pode proibir, mas os trabalhadores estão parados. É uma aberração o que o gestor deste Município fez”, criticou.

Edvaldo disse ter ouvido uma entrevista do prefeito José Ronaldo sobre o assunto. “Eu ouvi uma entrevista dele, pela manhã, de que vocês deve procurar o Ministério Público. Ele disse que não pode resolver o problema, dizendo que não pode burlar a lei para garantir vocês”.

Para o oposicionista, o gestor municipal está se esquivando da responsabilidade. “Ele quer tirar o braço da seringa e colocar no Ministério Público, que não tem responsabilidade de gerenciar o transporte na cidade. O papel do Ministério Público não é gerir leis, e sim fiscalizar”, afirmou.

Edvaldo disse que o chefe do Executivo Municipal tem condições de resolver o problema do transporte alternativo.  “Ele não pode pular por cima da lei, para resolver o problema de vocês, mas pode burlar lei para não pagar o piso salarial dos agentes de saúde, que até hoje não pagou, o piso de R$1.014,00. Isso é uma imoralidade no nosso município. A ZR, que está contratada pelo Município, está aí tomando lugar dos senhores, pais e mães de família. Vamos lutar até o fim, para que vocês possam explorar o sistema”.

Denúncia

Mudando o foco, o vereador Edvaldo Lima questionou por que o Governo Municipal está atrasando o pagamento dos meios de comunicação que fazem publicidade da Prefeitura.

“Desde o mês de dezembro, a televisão, programas de rádios e sites não recebem, por parte do Governo Municipal, as verbas destinadas para a publicidade. Será que o dinheiro foi investido em outra coisa? Vocês da imprensa estão sem receber desde dezembro, esse dinheiro está sendo desviado para outra coisa e o vereador vai procurar saber para onde está indo”, afirmou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br