Vereador Beldes Ramos denuncia falta de vigilância patrimonial em escolas municipais de Feira de Santana

Beldes Luis Pereira Ramos.

Beldes Luis Pereira Ramos.

Durante o horário do grande expediente da Casa da Cidadania, nesta segunda-feira (14/03/2016), o vereador Beldes Ramos (PT) repercutiu o pronunciamento do colega David Neto (DEM) em relação à manifestação ocorrida, ontem (13), em todo o país, contra a administração do PT. Em seguida, o petista falou sobre a falta de vigilância patrimonial nas escolas da rede municipal de ensino.

“Gostaria de fazer um aparte à fala de David Neto. Nenhum dos delatores citou o nome da presidenta Dilma, ela não foi sequer indiciada e como pode ser presa? Se hoje a Polícia Federal tem autonomia foi porque o PT deu. Todos os outros presidentes do país intervieram nos trabalhos da Polícia Federal e do Ministério Público Federal”, pontuou.

Escolas

Mudando de foco, Beldes denunciou a falta de vigilância patrimonial nas escolas da rede municipal de ensino. “Além da falta de merenda escolar nas escolas municipais, elas contam também com a falta de vigilância patrimonial. Nas escolas não têm vigilantes e os patrimônios estão desassistidos. Eu trouxe essa denuncia no ano passado e, agora, a situação está pior, porque contratou uma cooperativa, e quero saber os meios dessa contratação, porque não houve licitação, está colocando os serviços gerais e agentes de portaria para exercerem a função de vigilantes e sem arcar com os direitos trabalhistas dos funcionários, como vale transporte, FGTS e outros”, disparou.

O petista afirmou que, se o Governo Municipal não prestar esclarecimentos sobre o caso, ele irá acionar o Ministério Público. “Há três coisas de extrema importância e que considero de alta periculosidade: não tem o serviço de vigilância, a cooperativa não está assistindo aos funcionários com os direitos trabalhistas e está atuando com desvio de função pondo serviços gerais e agentes de portaria para atuarem como vigilante patrimonial, sem autorização para tal. Se o Governo não apresentar uma justificativa, eu irei acionar o MP”, garantiu.

Em aparte, o também oposicionista Edvaldo Lima (PP) pontuou que a Casa da Cidadania não pode permitir tal conduta do Governo Municipal. “É desvio de função e não podemos aceitar que o Governo nos empurre isso goela a baixo”, disse.

Em defesa do Município, o líder governista José Carneiro Rocha (PSL) garantiu que esta informação é falsa. “Quem passou esta informação a Vossa Excelência está mentindo”, disse o vereador, se dirigindo a Beldes.

De volta com a palavra, o petista afirmou que irá encaminhar a denúncia ao MP e ao Ministério do Trabalho.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br