Todas as doações recebidas pelo PCdoB foram legais, afirma presidente nacional do partido

Deputado Daniel Almeida afirma que doações da Odebrecht foram legais.

Deputado Daniel Almeida afirma que doações da Odebrecht foram legais.

A presidenta nacional do PCdoB, deputada Luciana Santos, emitiu nota, nesta quarta-feira (23/03/2016), sobre a divulgação pela imprensa de documentos apreendidos na empresa Odebrecht, durante a 23ª fase da Operação Lava Jato. Na lista estão relacionados os nomes de mais de 200 políticos. A deputada reitera que todas as doações recebidas pelo Partido e suas lideranças, nas diversas campanhas eleitorais realizadas até agora, foram legais e estão devidamente registradas nas prestações de contas.

O deputado federal Daniel Almeida, presidente do PCdoB na Bahia, também enviou declaração à imprensa afirmando que os valores recebidos aconteceram de forma legal. “Em relação à Lista da Odebrecht, esclareço que todas as doações da minha campanha foram legais e estão na prestação de contas declarada ao TRE. Fora disso, é especulação”, afirmou Daniel.

Depois de destacar que os próprios investigadores não deixaram claro a que se referem as planilhas apreendidas nos escritórios da Odebrecht, Luciana diz esperar que “o Judiciário brasileiro tome iniciativas para desfazer o clima de suspeição generalizada que só serve para agravar ainda mais a campanha de criminalização da política em curso no país”.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br