Múltiplas faces da Feira de Santana ganham destaque em novo trabalho do cantor e compositor Paulo Costa

Múltiplas faces da Feira de Santana ganham destaque em 'Lucas da Feira', novo trabalho do cantor e compositor de Paulo Costa,

Múltiplas faces da Feira de Santana ganham destaque em ‘Lucas da Feira’, novo trabalho do cantor e compositor de Paulo Costa,

Capa de 'Lucas da Feira', novo trabalho do cantor e compositor Paulo Costa

Capa de ‘Lucas da Feira’, novo trabalho do cantor e compositor Paulo Costa

Paulo Costa tem se destacado pela qualidade dos trabalhos autorais.

Paulo Costa tem se destacado pela qualidade dos trabalhos autorais.

Do marcante personagem, que ocupa o imaginário coletivo da Princesa do Sertão desde as primeiras décadas do século XIX, viajando por alegorias, figuras e recantos que marcam a Feira de Santana e suas múltiplas faces, o single “Lucas da Feira” do cantor e compositor feirense Paulo Costa, em parceria com o também feirense Nélio Rosa, será lançado nesta quinta-feira (10/03/2016).

A música apresenta um olhar diverso sobre a cidade, que surge como polo eminentemente comercial e assim se consolida, mas amplia as próprias possibilidades tornando-se espaço para variadas e ricas manifestações culturais e populares, apesar de muitas vezes ser “madrasta” com artistas de grande relevância e inventividade.

O autor explica que o nome Lucas da Feira dá título ao single pela resistência exercida pelo escravo ao longo dos anos em que foi perseguido como vítima de um sistema cruel e covarde, que tratava seres humanos como animais irracionais, aproveitando para traçar um paralelo com os tempos atuais.

“Milhares de homens e mulheres de Feira de Santana são oprimidos e desrespeitados nos seus mais elementares direitos todos os dias, mas não se curvam e enfrentam bravamente as adversidades cotidianas, são autênticos Lucas da contemporaneidade”, pontuou Paulo Costa.

O trabalho marca a retomada da carreira de Paulo, um dos mais atuantes e produtivos artistas e ativistas culturais dos últimos anos, na intensa e movimentada cena autoral de Feira e região, ambiente rico e efervescente, que culminou com a consolidação de diversos projetos em execução nos dias atuais.

As gravações foram feitas no estúdio Caverna do Som, em Salvador, sob a direção do músico e produtor cultural Irmão Carlos. Um verdadeiro time da primeira linha da música baiana independente foi montado para participar desta empreitada: Sílvio de Carvalho (guitarra), integrante das bandas Suinga e Tabuleiro Musiquim, Thiago Jende (bateria), componente da banda Búfalos Vermelhos, e a Orquestra de Elefantes.

Além de Joilson Santos (baixo), membro do Clube de Patifes, e da Erasy e Tonico Freitas (percussão). A capa que ilustra o single foi concebida pelo artista visual feirense Caio Augusto, da Passopreto Ilustration – Art & Concept. O single estará disponível nas principais plataformas de streaming na internet, como Souncloud, Spotify, You Tube, entre outras.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br