Movimentos sociais e populares tomam as ruas e avançam na luta contra o golpe

Salvador é ocupada por manifestantes.

Salvador é ocupada por manifestantes.

O vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), esteve nesta sexta-feira (18/03/2016) com grupos de trabalhadores terceirizados, movimentos sociais e populares nas manifestações em defesa da democracia e contra o golpe ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT) e criticou o fato do Brasil está dividido. De acordo com o edil petista, o impeachment viabilizaria uma crise institucional sem precedentes. “Os protestos foram além do que imaginávamos e os movimentos sociais e populares tomaram as ruas do país e avançaram na luta contra o golpe. A mídia internacional já demonstra preocupação com essa crise política e econômica do Brasil e, consequentemente, os investidores também”, frisa.

Ainda segundo Suíca, governadores de nove estados do Nordeste e de diferentes partidos também se manifestaram contra a tentativa de golpear a democracia com a “partidarização do judiciário”. “Esse apoio das ruas e dos governadores da região nordestina revelam as consequências que pode ter um processo de impedimento contra a presidente”. O vereador também salienta que as manifestações que tomaram as ruas de mais de 100 cidades do Brasil não foram de militantes do PT, mas de diversas pessoas pobres, ricas, LGBTs, negros, mulheres, indígenas, sem-terra e todos que lutam por direitos. “Na verdade, a diversidade foi às ruas e mostrou que temos condições de ajudar o país na retomada do crescimento”.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br