Missão Alemã na Bahia facilita parcerias no ramo da infraestrutura e da tecnologia

Gestores e empresários do estado alemão de Baden.

Gestores e empresários do estado alemão de Baden.

Um grupo bem peculiar de alemães está em solo soteropolitano, desde o início desta terça-feira (1°/03/2016), com o objetivo de participar do Encontro Econômico Baden – Württemberg – Bahia Soluções Inovadoras para Infraestrutura.  O evento, realizado na tarde de terça e durante toda a quarta-feira (2), envolveu dois momentos: um no complexo do Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia (SENAI Unidade Cimatec) e o segundo na sede da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb).

Representantes de instituições políticas, de ensino e de nove empresas germânicas dos ramos de Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente e Energias Renováveis, bem como dos setores de Infraestrutura Industrial e da Construção estreitaram relações com gestores da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), do SENAI Cimatec e de empresas baianas de pequeno porte que atuam no mesmo segmento das alemãs.

Durante o primeiro dia do encontro, o grupo visitou as instalações e laboratórios do Cimatec e se mostrou impressionado com a diversidade de projetos e iniciativas que são desenvolvidos lá. Recepcionados por Rodrigo Coelho, gerente de Materiais da unidade, os alemães ainda participaram de um workshop. Um dos palestrantes foi o superintendente de Inovação da Secti, Thomas Buck, que apresentou a estrutura, principais objetivos, desafios, além dos importantes resultados colecionados pelo órgão.

“Estamos colocando, numa mesma sala, alemães e baianos para facilitar o desenvolvimento de parcerias, tanto do ponto de vista acadêmico quanto empresarial”, explica Buck.

Na primeira parte das atividades realizadas na Fieb, os representantes das nove companhias alemãs deixaram claro quais são suas expertises e reforçaram o interesse em negociar com empresas baianas. Susanne Schatzinger, membro da equipe de Engenharia de Sistemas Urbanos do Instituto Fraunhofer de Engenharia Industrial (Fraunhofer IAO), enfatizou que os alemães “buscam criar redes, promover intercâmbio e facilitar projetos de cooperação”, pois eles têm a consciência que “um país pode aprender muito com o outro”.

A consulesa honorária da Alemanha na Bahia, Petra Schaeber, salientou a importância dos dois estados. “Baden – Württemberg é um dos mais importantes centros econômicos da Europa e a Bahia tem evoluído muito nos últimos anos em função do bom governo que tem sido feito aqui e isso está sendo visto por estes visitantes que estão avaliando, a cada nova informação, como firmar importantes parcerias”, avalia a consulesa.

A sede da Fieb, durante a tarde, abrigou uma rodada de negócios inédita, na qual baianos e alemães discutiram, de modo mais direto, detalhes de como viabilizar as parcerias. Para o vice-presidente da FIEB, Alexi Portela, este é um momento a se comemorar. “Momento muito importante, diante do cenário econômico vivido pelo país, uma vez que estamos prospectando novos negócios, olhando dessa forma para frente”, disse.

Interação – Vale lembrar que esta visita dos empresários alemães é uma contrapartida a ida do governador Rui Costa e secretários de Estado à Alemanha, em outubro do ano passado. Na ocasião, os baianos se reuniram com membros do governo de Baden-Württemberg para discutir sobre a parceria com o Instituto Fraunhofer para instalar, na Bahia, um centro de referência de energia solar. A posição da Bahia como estado brasileiro com maior número de famílias vivendo da agricultura familiar também foi alvo da conversa de Rui com membros do governo do estado alemão.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br