Medidas consolidam avanços para curso de medicina e área da saúde da UNEB, avalia instituição

A disposição para o diálogo e para encontrar soluções efetivas prevaleceu na reunião realizada no dia 29 de fevereiro (2016) para tratar das demandas do curso de Medicina e da área da Saúde da UNEB.

O encontro, ocorrido na sede da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, aglutinou todos os atores envolvidos: a Reitoria e gestores da UNEB, representantes docentes e discentes do curso, e dirigentes da Sesab, do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), da Escola Estadual de Saúde Pública (EESP) e do Conselho Regional de Medicina (Cremeb).

Para agilizar os encaminhamentos de parte das reinvindicações dos estudantes – relacionada aos campos de prática – foi deliberada a criação de uma comissão que vai definir, em poucos dias, o modelo de gestão do convênio específico, que está em tramitação entre os órgãos do governo e a UNEB, assegurando aos discentes desses cursos estágio, internato e outras atividades curriculares no HGRS e demais unidades da rede pública de saúde.

Já existe um acordo com essa mesma finalidade, mas é necessário um novo convênio que atenda às especificidades dos atuais cursos dessa área da UNEB. “Se esse convênio que temos atualmente está deficiente, vamos ampliar”, enfatizou o subsecretário Roberto Badaró (Sesab), garantindo que vai cobrar prazo e a execução das condições que forem acordadas.

Acompanhado da pró-reitora de Graduação (Prograd), Kathia Marise, o reitor da UNEB, José Bites de Carvalho, defendeu maior agilidade nessas deliberações e a soma de esforços de todos para evitar maiores prejuízos à comunidade do curso.

Veja algumas medidas já adotadas pela UNEB.

Seleção e nomeação

O reitor contou que, na última sexta-feira (26), a UNEB publicou edital de seleção simplificada de professor substituto, cujas inscrições abrem agora em março (dias 8 a 12).

A seleção, exclusivamente voltada para atender o curso de Medicina, disponibiliza nove vagas para os componentes curriculares clínica cirúrgica, pediatria, dermatologia, saúde da família, patologia médica, ginecologia e obstetrícia, e medicina legal.

A universidade também acaba de nomear cinco novos professores para atuar no curso de Medicina, nas áreas de iniciação ao exame clínico, genética médica, pneumologia, neurologia e endocrinologia.

Professor Bites informou ainda que o projeto do Laboratório de Habilidades Específicas para o curso já está pronto, faltando apenas a conclusão do projeto de engenharia. “Assim que recebermos esse projeto, vamos abrir uma licitação pública. Nossa expectativa é de que, entre março e começo de abril, a estrutura e as obras do laboratório tenham início, e sejam entregues neste semestre”.

Além do Cameb, pela universidade participaram da reunião o diretor do Departamento de Ciências da Vida (DCV) do Campus I (Salvador), Marco Antônio Silvany, a coordenadora do Colegiado de Medicina, Hermila Guedes, e outros docentes do curso.

“Queremos aproximar mais a gestão universitária da comunidade do curso, fortalecer esse diálogo para agilizar as decisões conjuntas. Para isso, a Prograd vai pedir para participar de algumas reuniões com o colegiado e o departamento”, assinalou a pró-reitora Kathia Marise.

Mesmo firme em suas reivindicações, o estudante Marco Aurélio Silveira, presidente do Cameb, agradeceu o empenho da Reitoria, do departamento e do colegiado para atender, dentro de suas competências, as demandas do movimento estudantil e dos docentes do curso.

Também integrante da diretoria do centro acadêmico, a discente Mariana Pacheco participou ativamente das discussões.

Reforçando o esforço conjunto para o entendimento entre as partes, o diretor-geral do HGRS, Antônio Raimundo Almeida, afirmou que está construindo uma relação acadêmica forte com a universidade, resultado de contatos regulares que vem tendo com o reitor Bites e a equipe da administração universitária. Na pauta dos encontros, a projeto de se instalar uma policlínica no Campus I, em Salvador.

“Recebi a missão de fazer do Roberto Santos um hospital de ensino de primeira. Não tenho nenhuma dúvida de que o HGRS é o hospital universitário da UNEB”, salientou o diretor-geral.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br