Feira de Santana: vereadora critica prestação de serviço do Hospital Estadual da Criança

Vereadora Cíntia Daltro Machado diz que Hospital Estadual da Criança não funciona.

Vereadora Cíntia Daltro Machado diz que Hospital Estadual da Criança não funciona.

A vereadora Cíntia Machado (PSC), durante pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta quarta-feira (16/03/2016), criticou o Governo do Estado, denunciando descaso no Hospital Estadual da Criança (HEC). Ela também destacou indicação atendida pelo Governo do Município e falou sobre o  “chapão”, que está sendo proposto por alguns vereadores governista para a disputa das eleições deste ano.

No que tange ao Hospital Estadual da Criança,  a edil declarou: “nós já sabemos dos absurdos cometidos pelo governo do PT, mas cada dia é uma novidade. Foi fechado no Hospital da Criança a Enfermaria de Cardiologia. Existiam oito leitos na Enfermaria do HEC só para cardiologia. Nós sabemos que é um fato rotineiro as doenças cardiopatias e respiratórias em crianças, de um a cinco anos é uma ocorrência muito grande, os leitos ficavam sempre lotados”, disse

Cíntia ressaltou que hoje, em Feira de Santana,  se uma criança tiver algum problema cardíaco, ela receberá os primeiros atendimentos no Hospital Estadual da Criança, mas em seguida terá que ser transferida, por meio de regulação, para uma unidade em Salvador ou em outra cidade. “Não poderá mais ser assistida em Feira de Santana. Ou seja, mais um problema para a nossa população”, criticou.

Indignada, a vereadora acrescentou: “o absurdo é tão grave que queriam também tirar um médico do plantão da UTI, sendo que ali trabalham dois médicos. Queriam deixar um médico só para 20 leitos de UTI. Ou seja, se duas crianças tiverem parando ao mesmo tempo vai ter que fazer a escolha: morre um e atende o outro. Isso é um absurdo!”.

Cíntia informou que só deixaram permanecer dois profissionais na UTI do HEC porque os próprios médicos fizeram uma contraproposta. “Só faltaram pedir pelo o amor de Deus e tentar mostrar a Secretaria de Saúde do Estado, a este governo que está aí, que é impossível ficar um médico numa UTI que tem 20 crianças. Meu Deus, onde a gente vai parar? Governador, presta a atenção: a gente pode viver sem qualquer coisa, menos sem saúde, e criança tem que ser prioridade; as crianças e os idosos têm a saúde mais frágil”, salientou.

A edil disse que, como vice-presidente da Comissão de Saúde da Câmara, irá convocar uma reunião com os demais membros para fazer uma visita in loco ao HEC. “Às vezes eu passo em frente do Hospital da Criança à noite e vejo aquele prédio todo iluminado, é tão lindo aquele prédio, mas seria muito lindo se o prédio funcionasse perfeitamente com o que tem lá dentro. Então, não adianta ter um ‘elefante branco’ tão lindo e a saúde não funcionar”, avalia.

Agradecimento

Mudando de foco, a vereadora agradeceu ao prefeito José Ronaldo de Carvalho (DEM) pelo atendimento de sua indicação que solicita a reforma e ampliação da Escola Municipal Maria da Glória Carvalho, no bairro Subaé. Cíntia informou que hoje o chefe do Executivo autorizou a obra da referida unidade escolar.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br