Feira de Santana: vereador relata dificuldade financeira do Fluminense

Vereador Alberto Matos Nery  informa que Fluminense tem feito 'vaquinha' para jogar em Salvador.

Vereador Alberto Matos Nery informa que Fluminense tem feito ‘vaquinha’ para jogar em Salvador.

O vereador Alberto Nery (PT) ocupou a tribuna da Casa da Cidadania, na manhã desta terça-feira (29/03/2016), para criticar o Governo do Município pelas obras no Estádio Alberto Oliveira (Joia da Princesa), que, segundo ele, estão atrasadas e prejudicando o Fluminense de Feira, uma vez que o time  está classificado para a fase semifinal do campeonato Baiano de Futebol e terá que jogar fora de Feira de Santana, provavelmente no Estádio Metropolitano de Pituaçu, em Salvador.

“O Fluminense de Feira amargou um campeonato em 1989 e, de lá pra cá, não teve a oportunidade de estar disputando a primeira divisão para que pudesse ser campeão. E, este ano, o Fluminense vem se destacando bem, mas para a nossa infelicidade, o gestor público municipal de Feira de Santana, eu acho que ele se preocupa tão pouco com as questões pertinentes à cidade que o Fluminense está amargando hoje ter que jogar no Estádio de Pituaçu, fora de Feira”, disse o petista, afirmando que a obra do Joia da Princesa era para ser concluída no dia 26 de março do ano corrente.

Inconformado, ele acrescentou mais críticas ao Governo do Município, lembrando que a falta de infraestrutura no Estádio Joia da Princesa é um problema antigo, mas “o prefeito resolveu fazer as obras exatamente agora, no momento da disputa do campeonato”, declarou.

Nery informou que esta semana esteve com os dirigentes do Fluminense e viu “o pessoal fazendo uma ‘vaquinha’, inclusive ia encaminhar à Câmara Municipal uma solicitação, para que os nobres vereadores pudessem contribuir com uma taxa de R$ 200,00, para que eles paguem o transporte para jogar em Salvador. Isso é uma vergonha!”, avalia.

Em aparte, o vereador Beldes Ramos (PT) também teceu críticas ao poder público municipal com relação aos prejuízos que vem sofrendo o Fluminense de Feira, em virtude das obras no Estádio Joia da Princesa.

“Justamente agora que o Fluminense consegue ter uma direção que está conseguindo fazer com que o time atue de forma exemplar, com contratação de um técnico muito bom, mas precisar fazer caixa, precisar fazer ‘vaquinha’, para poder se deslocar de Feira de Santana para jogar nos municípios de Riachão de Jacuípe e Salvador, porque não tem recursos? O Estádio Joia da Princesa, que já foi considerado o segundo melhor gramado do Brasil,  está em uma situação que hoje não tem nem previsão de quando as obras terminarão”, reclamou.

Para o petista, se o Fluminense viesse jogando no Estádio Joia da Princesa não precisaria fazer “vaquinha” para se locomover, porque teria caixa suficiente para arcar com as despesas, uma vez que a torcida compareceria em massa nos jogos. “O Fluminense de Feira não merecia um descaso tão grande por parte do Poder Executivo de Feira de Santana”, avalia.

Em aparte, o vereador Welligton Andrade (PSDB) disse que é “Touro do Sertão” e que está feliz em ver o desempenho do Fluminense no Campeonato Baiano. “Mas me entristeço por não termos hoje uma casa para recepcionar o Fluminense, também me entristeço em não ver o Joia da Princesas recebendo 18 mil pessoas para ali cantarmos ‘avante Fluminense’”, disse o edil.

Todavia, ele ressaltou que com a reforma do estádio acabarão as reclamações acerca do gramado, por exemplo, que foi alvo de críticas por parte, sobretudo da imprensa nacional,  na ocasião em que o time do São Paulo jogou em Feira de Santana com o Bahia de Feira, pelo Campeonato Copa do Brasil de Futebol.

 “O Estádio Joia da Princesa será reaberto digno de receber o São Paulo, Vasco da Gama, Flamengo. Ele reabrirá em condições de dar ao Fluminense um ótimo espetáculo. Portanto, me entristeço, realmente, de a gente não estar recebendo o Fluminense no Joia, mas não se faz uma omelete sem quebrar os ovos. E, na cidade das maravilhas, o Joia virá muito mais brilhante”, anseia.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br