Feira de Santana: vereador José Carneiro trata sobre situação do padre Vianei

José Carneiro Rocha.

José Carneiro Rocha.

Em pronunciamento no horário grande expediente da Casa da Cidadania, nesta segunda-feira (14/03/2016), o vereador José Carneiro Rocha (PSL) falou sobre a situação difícil que passa o padre Vianei e a manifestação ocorrida em todo o país, no dia de ontem (13), contra a atual administração do Brasil.

“Tive o desprazer de me deparar com uma situação e não poderia deixar de fazer o relato: o cidadão de 61 anos de idade, formado há 33 em Teologia, homenageado por várias vezes nesta Casa, o padre Vianei, está passando por dificuldades até financeiras. Não vou entrar numa guerra santa, mas também não posso deixar de falar sobre ele. Encontrei com ele sentado no batente de uma igreja e ele me falou que está pedindo esmolas para sobreviver, que está sendo impedido de celebrar missas e tinha acabado de celebrar uma em frente à capela. É uma situação muito constrangedora”, avaliou Carneiro.

De acordo com o edil, celebrar missa é a única atividade que o padre Vianei sabe exercer. “Na vida, ele só sabe celebrar missa. Lamento que isto esteja acontecendo. Para aqueles que pregam o nome de Deus, espero que Deus continue iluminando. Se houve um erro que seja reparado, mas acredito que não devam permitir que uma situação constrangedora como esta aconteça”, pontuou.

Em aparte, o edil David Neto (DEM) relatou que há alguns dias encontrou o padre Vianei e este informou que está indo a pé para o distrito de São José, onde celebra missas. “Não sei por que essa perseguição se o homem de Deus tem que perdoar? O padre Vianei precisa de um suporte, a exemplo do ex-vereador Pedroso que está sendo ajudado pela Igreja Universal. Espero que a Igreja Católica também ofereça esse suporte para ele”, anseia.

Também em aparte, o petista Beldes Ramos parabenizou o colega por levar o assunto ao conhecimento de todos e elogiou o trabalho que o padre Vianei prestou à Feira de Santana. “Padre Vianei sempre teve atitudes fortes perante a comunidade. Não sei o que aconteceu entre ele e a igreja, mas independentemente um homem de Deus e da Igreja Católica não pode ter esse desamparo”, opinou.

De volta com a palavra, o vereador José Carneiro encerrou o discurso com uma frase que disse ter ouvido do padre Vianei. “Me ajudem me dando esmolas, porque preciso sobreviver”.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br