Feira de Santana: vereador destaca legitimidade da luta dos professores e parabeniza categoria

Lei complementar sobre reserva da carga horária é aprovada pela Câmara Municipal de Feira de Santana.

Lei complementar sobre reserva da carga horária é aprovada pela Câmara Municipal de Feira de Santana.

O vereador Alberto Nery (PT)  usou mais uma vez a tribuna da Câmara de Vereadores na manhã desta terça-feira (01/03/2016) para enaltecer a luta dos professores da rede municipal de Feira de Santana, que conseguiram após 20 dias de greve, fazer com que o Poder Executivo atenda parte de suas reivindicações. Para o líder da bancada de oposição que acompanhou todo o processo de negociação e participou da reunião com o prefeito que estabeleceu as diretrizes do acordo nesta segunda-feira (29), o mérito da categoria é exclusivamente dos trabalhadores da educação. “Pela primeira vez na história, uma categoria “quebrou” a prática do prefeito de não sentar e participar de uma mesa de negociação. Foi por causa da perseverança e da unidade de todos vocês que a categoria está avançando na busca pela garantia dos seus direitos”, declarou

Ainda durante seu pronunciamento, Nery fez questão de explicar a redação da lei que estabelece a reserva da carga horária, bem como a emenda aprovada na sessão de hoje. “Estamos votando favorável porque essa é mais uma garantia do cumprimento da lei pelo Município. O texto está contendo o trecho “havendo disposição financeira e orçamentária” apenas para que a lei não se torne inconstitucional, mas cumpriremos ativamente o nosso papel de fiscalizar sua execução”.

O edil lamentou ainda a postura de alguns colegas que insistiram em desvirtuar o ponto central da discussão da matéria durante a sessão. “Eu lamento que alguns vereadores tenham usado a tribuna para relatar o que o prefeito fez ou deixou de fazer pela Educação. A conquista de hoje dos professores não se deu por causa do empenho ou boa vontade dos vereadores ou do prefeito. Se deu pela ampla defesa da categoria que, com firmeza e até vigília na madrugada, não se intimidou. Quando aconteceu a Jornada Pedagógica, a secretária de educação chegou a declarar que se tratava de meia dúzia de gatos pingados. Olha só o que os gatos pingados conseguiram. Parabéns à categoria”, finalizou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br