Feira de Santana: vereador David Neto diz que Edvaldo Lima e SEI estão vendendo ilusão

David Evangelista Leite Neto (David Neto).

David Evangelista Leite Neto (David Neto).

Após o edil Edvaldo Lima (PP) destacar, em discurso na sessão legislativa desta segunda-feira (14/03/2016), a  manchete do Jornal Folha do Estado “Área limite do Tomba pertence à Feira” e afirmar que teve uma participação decisiva para realização de um estudo técnico por parte da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), visando acabar com imbróglio envolvendo a demarcação dos limites entre os municípios de Feira de Santana e São Gonçalo dos Campos, o vereador David Neto (DEM), disse, entre outras coisas, que o colega não fez a leitura de toda a matéria, para prestar a informação correta.

“Eu gosto muito do pastor Edvaldo Lima, é meu amigo e eu gosto muito. Eu não vou dizer que o pastor é antiético, vou dizer apenas que o pastor é inocente”, declarou o democrata, afirmando que a demarcação da SEI, que ocorreu na última quinta-feira, foi feita para “vender ilusão” às pessoas que estão localizadas na área do CIS/Tomba.

“Vossa Excelência só leu a manchete e se esqueceu de ler o jornal: o jornal está aqui, gente. No segundo parágrafo diz que o estudo será apresentado aos prefeitos, depois encaminhado para a Assembleia Legislativa e, posteriormente, será sancionado pelo governador Rui Costa. Isso quer dizer que primeiro o processo tem que ser aprovado;  a Assembleia vai ter que decidir, comunicar aos prefeitos e depois sancionar”, explicou.

David Neto voltou a informar que já houve uma audiência na Assembleia Legislativa, onde o prefeito José Ronaldo de Carvalho (DEM) levou, inclusive, uma comitiva de moradores do CIS/Tomba para reivindicar o território de Feira de Santana.

Segundo o edil, mesmo com toda indefinição dos limites territoriais de Feira de Santana e São Gonçalo dos Campos, o chefe do Executivo Municipal não deixou de atender as comunidades que estão localizadas na área que é alvo da disputa.

“Ele nunca deixou que o lixo ficasse na rua, nunca deixou que uma lâmpada fosse queimada lá e nunca ficou de deixar de passar uma máquina naquele lugar. Agora, Vossa Excelência (Edvaldo) usa da tribuna para vender ilusão para as pessoas”, disse David, acrescentando que, inclusive,  já indicou para a referida localidade pavimentação de ruas e postos de saúde.

Em aparte, o vereador Carlito do Peixe (DEM) também informou que ele, outros edis, o prefeito José Ronaldo e demais pessoas estiveram, em 2013, na Assembleia Legislativa lutando pela área de Feira de Santana, que o município de São Gonçalo dos Campos anexou ao seu território, para implantação do centro de distribuição da empresa O Boticário.

Também em aparte, o vereador Edvaldo Lima afirmou que não vendeu ilusão. Ele disse reconhecer que o edil David Neto tem serviços prestados nas comunidades que fazem limites com o município de São Gonçalo dos Campos. “Mas, o senhor lutou e não conseguiu; conseguiu através do vereador Edvaldo Lima, através do vice-governador, isso aí o senhor tem que reconhecer”, declarou o oposicionista, se referindo à viabilização do estudo da SEI que indica que as terras disputadas pertencem à Feira de Santana.

Novamente com o uso da palavra David Neto declarou: “vereador, Vossa Excelência esteve lá uma ou duas vezes, e eu já estive mais de 50”. Em resposta, Edvaldo Lima reiterou que a participação dele foi mais decisiva, uma vez  que a SEI já deu seu parecer favorável ao município de Feira de Santana.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br