Feira de Santana: vereador cobra reconhecimento de verba federal em obras do Município

Vereador Alberto Matos Nery cobra reconhecimento de verba federal em obras do Município.

Vereador Alberto Matos Nery cobra reconhecimento de verba federal em obras do Município.

Em pronunciamento na sessão ordinária desta segunda-feira (29/02/2016), o vereador Alberto Nery (PT) falou sobre a lentidão na apuração de denúncias feitas na Casa da Cidadania e as obras realizadas pelo Município através de repasses do Governo Federal.

“Em 2015, o vereador David Neto denunciou nesta Casa que o diretor de um órgão municipal estaria envolvido no imbróglio de desmanche e desvio de ferro velho. Fizemos a denúncia ao Ministério Público, entregamos cópia da ata e fita, mas até o momento não houve solução para o caso. Lamentamos que até o momento o MP não pudesse comprovar o que aconteceu. Lamentamos também que esta Casa seja palco de denuncismo e os fatos não são apurados e fica tudo ‘em baixo do tapete’”, disse Nery.

O petista pediu ao presidente da Câmara, vereador Reinaldo Miranda, Ronny (PSDB), que quando houver na Casa denúncias, principalmente ligadas a órgãos públicos, que seja exigida uma apuração rápida dos fatos.

Ainda no seu tempo na tribuna, Nery disse que após ouvir os colegas da base governista anunciando inauguração de obras, foi visitá-las e observou que muitas delas estão sendo executadas através de recursos do Governo Federal, mas que nenhum vereador passou esta informação.

“Anunciaram a inauguração de creches e escolas, mas em nenhum momento ouvi dos colegas que as obras foram feitas com verba da União. O Centro Municipal de Educação Infantil Antônio Carlos Machado, no Feira VII, e contratação de empresas de engenharia para a construção de outras creches e escolas foram todas financiadas com verbas do Governo Federal. Mas, nem os vereadores nem o prefeito teve a humildade de informar isso à população. E os edis ainda usam a tribuna para dizer que este prefeito é o melhor do Brasil”, disparou o oposicionista.

Em aparte, o vereador Luiz Augusto de Jesus, Lulinha (PEN), afirmou que as obras executadas com recursos federais têm a contrapartida do Município e que dezenas de escolas foram construídas com recursos próprios. Em resposta, Nery disse que Lulinha deveria levar ao conhecimento de todos as obras realizadas com recursos próprios. “Não sou eu quem tem que dizer isso. Vossa Excelência deve trazer essas informações, mas fica aqui o tempo todo dizendo que Zé Nunes fez isso, Zé Nunes deu aquilo. Estou aqui dizendo que quando o prefeito anunciar obras, diga que serão executadas com recursos do Governo Federal”, sugeriu.

Também em aparte, o vice-líder do Governo na Casa, vereador Marcos Lima (PRP), disse que o importante é a execução das obras e que a origem dos recursos são os impostos pagos pela população. “Os recursos não são da União ou do Município, é de todo o brasileiro, são dos feirenses que pagam os impostos ao Governo Federal e eles voltam em forma de recursos. O importante é que temos um bom gestor que sabe administrar toda verba que chega”, pontuou.

Por sua vez, o líder do Governo na Casa, vereador José Carneiro Rocha (PSL), garantiu que o Município sempre teve a hombridade de colocar placas informando a origem dos recursos.Nery respondeu que visitou todas as obras inauguradas e que nas placas não têm essa informação. “Só vi a placa com essa informação na reforma do Mercado de Arte Popular”, findou.

Lulinha rebate discurso de Nery e defende prefeito

No horário do grande expediente da Casa da Cidadania, nesta segunda-feira (29/02/2016), o vereador Luiz Augusto de Jesus, Lulinha (PEN), convidou o vereador Alberto Nery (PT) para visitar as obras da avenida Ayrton Sena, onde há placas informando que a mesma está sendo executada com recursos do Governo Federal. O convite surgiu após o petista afirmar que o Executivo não informa quando a obra é realizada através de recursos federais.

“Quando as obras têm parceria com o Governo Federal, o prefeito coloca a informação nas placas. O prefeito tem compromisso e contas limpas, por isso não tem dificuldade de receber recursos federais quando muitas cidades têm, pois está em dias com a Receita Federal e Ministérios. Mesmo o prefeito tendo pegado a Prefeitura com problemas, hoje ele tem crédito com os Governos Federal, Estadual e Ministérios”, disse. Lulinha também convidou Nery para visitar escolas e creches que serão entregues em vários bairros da cidade.

Solicitação

Ainda no uso da tribuna, Lulinha pediu ao secretário de Desenvolvimento Urbano, José Pinheiro, que conclua as obras de melhoria nas estradas que dão acesso aos distritos de Matinha, Jaíba e Tiquaruçu. “As obras foram iniciadas, mas não concluídas, mas entendemos que não pode ser feito tudo de vez, e teve também a chuva. Mas peço ao secretario que possa concluí-las”, findou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br