Estudantes de Feira de Santana celebram Dia Mundial da Água

Estudantes de Feira de Santana celebram Dia Mundial da Água.

Estudantes de Feira de Santana celebram Dia Mundial da Água.

Para sensibilizar a comunidade escolar sobre a importância da água e sua conservação, os estudantes do Colégio Estadual José Ferreira Pinto e do Colégio Estadual Professora Tecla Mello, localizados no município de Feira de Santana promoveram, nesta terça-feira (22/03/2016), data em que é celebrado o Dia Mundial da Água, diversas atividades de conscientização. As ações contaram com sarau literário, palestras, exibição de vídeos, produção de cartazes e apresentações musicais.

No Colégio Estadual Professora Tecla Mello, o dia foi de muito aprendizado para os estudantes. Além de assistirem a uma palestra, eles confeccionaram cartazes para alertar e conscientizar as pessoas sobre a conservação da água e as consequências de sua escassez.

O estudante Weslei Moreira, 18 anos, que cursa o 3° ano do Ensino Médio, destaca a abordagem do tema. “A partir da palestra e do vídeo exibido fizemos uma reflexão de como a água é importante para as nossas vidas, pois, dependemos dela para sobreviver”, destaca. Sua colega Vivian Paixão Silva, 16 anos, apresentou, juntamente com outros estudantes, uma paródia sobre a água. “Foi uma forma criativa que encontramos para abordar um assunto muito sério e chamar a atenção para os riscos causados pela poluição dos rios e desperdício de água”, explica.

“O objetivo é contribuir para a formação de cidadãos conscientes, aptos a atuarem diante da realidade em que o mundo vem enfrentando em relação a água. Desta forma, os alunos devem adotar atitudes cotidianas a partir de uma postura crítica”, explica a professora de Biologia, Edna Fancisca Boaventura.

Com o projeto “Do mundo à Feira de Santana: água em foco”, os estudantes do Colégio Estadual José Ferreira Pinto foram incentivados a produzir textos nos diversos campos do saber. Nesta terça-feira (22), os alunos participaram de um sarau literário e fizeram uma dramatização sobre o tema.

Segundo a professora de Língua Portuguesa, Maria Manoela Cardoso, ainda serão realizadas nos meses de março a junho diversas atividades envolvendo todas as disciplinas. “Os estudantes irão contextualizar os conhecimentos adquiridos e explorá-los de forma dinâmica”, afirma a educadora.

Nas aulas de História e Geografia serão abordados temas como o papel dos mananciais hídricos e escassez de água na zona rural, em Matemática os estudantes farão análises das tabelas e gráficos das contas de água, em Ciências e Biologia serão trabalhados assuntos como doenças vinculadas à água. Já nas disciplinas de Língua Portuguesa, Redação, Artes, Inglês e Educação Física, serão elaborados textos variados como poesias, paródias, cordéis, propagandas, charges, além de vídeos. Para os alunos do Tempo Juvenil e Educação de Jovens e Adultos (EJA), serão contempladas questões como urbanização e preservação das lagoas.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br