Eleições 2016 – Feira de Santana: vereador Correia Filho diz que não sabe se fica no PTB e sugere mais de um “chapão”

José da Costa Correia Filho (Correia Zezito) diz que não sabe se fica no PTB e sugere mais de um “chapão”.

José da Costa Correia Filho (Correia Zezito) diz que não sabe se fica no PTB e sugere mais de um “chapão”.

O vereador José da Costa Correia Filho (Correia Zezito – PTB), durante pronunciamento nesta quarta-feira (09/03/2016), na Câmara Municipal de Feira de Santana, falou da possível mudança de partido, ressaltando que tomará a decisão nos próximos dias. O edil comentou ainda a questão da coligação e do “chapão”, que está sendo proposto por alguns vereadores governistas para as eleições deste ano.

“Muitas  siglas estão se oferecendo para este vereador ingressar, estive com o prefeito José Ronaldo quando cheguei de Salvador e deixei bem claro para o prefeito a minha verdadeira situação do meu mandato,  que eu quero  retornar. Daqui para o dia 17 decidirei se vou ficar no PTB e, se eu ficar, coligo com qualquer partido desde que seja da vontade do prefeito e da minha vontade para me reeleger”, afirmou.

O vereador sugere que exista mais de um chapão. “Acho que tem que ter três chapões e não um só, mas se for necessário com um só, eu vou. Coligo com qualquer um, mas quero tempo de propaganda, quero as mesmas condições que os vereadores aqui têm”, exigiu.

O edil disse ainda que tem aprendido muito no período em que esteve na Casa da Cidadania e que não será escada para eleger outros. “Estou aqui há três anos, tenho aprendido muito e, agora, não vou ser escada para eleger ninguém, como falou o vereador Tom, antes de mim”, disse.

Correia ressaltou que tem posições firmes e que não fica em cima do muro. “Se eu não tiver chance de voltar, eu não fico em cima do muro. Para aqueles que estão aí esperando um milagre, que não vão se articular, eu desisto e vou apoiar qualquer um:  o vereador Alberto Nery, Roque Pereira, qualquer um colega eu posso apoiar; não vou ficar em um partido onde não tenha chance de reeleição, não adianta me desgastar tentando uma reeleição que não posso conseguir”, ressaltou.

O vereador afirmou ainda estar sofrendo desgaste, uma vez que é procurado por moradores do bairro Rua Nova e não tem como atender a todos os pedidos. “Eu tive 2.210 votos e estou desgastado. Por que eu estou desgastado? Porque tenho um escritório na Rua Nova, não saí da Rua Nova, estou vendo a dificuldade do   povo, as pessoas acham que tenho emprego para dar a todo mundo, acham que o vereador pode fazer tudo. Estou desgastado tanto quanto qualquer um que teve três mil votos”, declarou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br