Deputado cobra explicações sobre desastre ambiental em Salvador

Poluição no mar de Salvador é criticada por deputado.

Poluição no mar de Salvador é criticada por deputado.

O deputado estadual Carlos Geilson (PSDB) cobrou na tarde desta segunda-feira (28/03/2016) que a Embasa, a Coelba e o Inema prestem os devidos esclarecimentos sobre o desastre ambiental ocorrido durante a Semana Santana, atingindo as praias do Rio Vermelho, Ondina e Amaralina, em Salvador. Durante quase dois dias, esgotos foram lançados ao mar sem tratamento, por causa de uma falta de energia elétrica na Estação Lucaia, que trata 60% dos esgotos da capital baiana.

Estimativa do próprio Inema aponta que 5 mil litros de efluentes foram lançados no mar por segundo. “Foram 756 mil metros cúbicos ou 756 milhões de litros de esgotos, o suficiente para encher mais de 302 piscinas olímpicas ou o equivalente a sete Diques do Tororó. Um grande absurdo, um desastre ambiental que deve ser muito bem explicado para a população baiana, que por sinal paga uma taxa de esgoto caríssima!”, afirmou o parlamentar em discurso na Assembleia Legislativa.

Geilson considera inaceitável que a estação Lucaia dependa exclusivamente da energia elétrica fornecida pela Coelba. “Uma estação responsável pelo tratamento de 60% dos esgotos de Salvador não tem uma alternativa para falta de energia? Não tem um grupo gerador próprio? Por que? A Embasa tem que explicar isso, a Embasa tem que responder essa pergunta”, cobrou o deputado no discurso.

“Não sou especialista em meio ambiente, mas levando-se em consideração os dados revelados pelo próprio Inema, não seria o caso de ter interditado essas praias?”, questionou Geilson ao lembrar que dezenas de pessoas continuaram tomando banho durante o feriadão. “Acho que no decorrer da semana, o Inema também deve prestar maiores esclarecimentos sobre o desastre”, acrescentou.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br