Audiência Pública tenta encontrar saídas para evitar fechamento da Mirabela Mineradora

Mina da Mirabela Mineradora, sediada em Itagibá.

Mina da Mirabela Mineradora, sediada em Itagibá.

A Câmara de Vereadores de Ipiaú recebe nesta segunda-feira (07/03/2016), a partir das 9h, a audiência pública que pretende encontrar saídas para evitar o fechamento da Mirabela Mineradora, sediada em Itagibá.

O evento foi proposto pela vereadora de Ipiaú, Margarete do Abrigo, na Comissão de Indústria, Comércio e Meio Ambiente da Câmara, e aprovado por unanimidade pelos edis Orlando Santos, Milton e Jô da ABB.

O deputado estadual Eduardo Salles, o deputado federal Mário Júnior, o prefeito de Ibirataia, Marco Aurélio, o vice-prefeito de Itagibá, Hélio Quadros, além de representantes do governo estadual, vão comparecer à audiência pública.

A Mirabela deu aviso-prévio aos seus 470 funcionários. Caso a decisão de fechar não seja revertida, os trabalhadores serão demitidos no dia 20 de março. Outros 500 postos de trabalho gerados indiretamente podem ser perdidos.

“Não podemos ficar de braços cruzados e ver esses pais e mães de família perderem seus empregos. Temos que tentar reverter. E essa audiência pública, proposta pela vereadora Margarete, pretende encontrar uma saída e evitar o fechamento da empresa”, disse Eduardo Salles.

A empresa informou que tomou a decisão devido aos baixos patamares financeiros do mercado de níquel, com o preço cotado a 3,50 Dólares/libra (um dos preços mais baixos da história do metal), tornado inviável a continuidade das operações da Mina Santa Rita.

“O fechamento da Mirabela vai prejudicar também a economia de Ilhéus, já que o minério era embarcado no município. Precisamos evitar que isso aconteça”, reforçou o deputado estadual.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br