Aniversário do Armazém da Agricultura Familiar é tema de encontro em Serrinha

Armazém da Agricultura Familiar.

Armazém da Agricultura Familiar.

O Armazém, administrado pela Arco Sertão, é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e a Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic). Para implantação do estabelecimento foi investida a quantia aproximada de R$ 1,2 milhão do Fundo de Combate à Pobreza. A unidade funciona conveniada a 45 cooperativas e beneficia ao todo 2.363 famílias distribuídas pelo território baiano. O número corresponde a quase dez mil produtores rurais, sendo 59% deles mulheres e 41% homens.

De acordo com a presidente da Arco Sertão, Eleneide Alves Cordeiro, para esse novo ano do Armazém, a perspectiva é aumentar ainda mais a comercialização nos mercados institucionais e superar o desafio de obter um valor de marcado para os produtos comercializados nos mercados institucionais. “Apesar dos desafios, esse é mais um ano de vitória, com o funcionamento do armazém, que vem possibilitando ao agricultor familiar continuar produzindo e comercializando a produção”.

Segundo a presidente da União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes/Bahia), Iara de Andrade Oliveira, esse dia em que o Armazém completa três anos, funcionando, marca a concretização de um sonho, que iniciou desde 2002. “Esse é um momento de muita alegria para a Unicafes, porque o Armazém é um instrumento de viabilização não só de comercialização, mas de interação e socialização de conhecimentos e experiências entre as cooperativas. É sempre um desafio para o agricultor que, historicamente, focava seu trabalho na linha de produção, mas que agora participa do processo de construção da comercialização desses produtos”.

A presidente da Unicafes destacou a ajuda das políticas públicas de comercialização e que o cooperativismo contribui para a organização da produção e comercialização, melhorando a geração de renda de quem vive no campo. “O cooperativismo possibilita a permanência das pessoas no meio rural, promovendo o empoderamento das mulheres e incentivando a participação da juventude. Um rural com gente e gente feliz”.

Durante o encontro aconteceu ainda a visita de uma caravana do Canadá, acompanhada por representante da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Secretaria de Educação da Bahia, que vieram ao Armazém para conhecer a experiência de comercialização dos produtos da agricultura familiar para o PNAE.

Participaram do encontro representantes das cooperativas filiadas à Arco Sertão Central, representantes da Superintendência da Agricultura Familiar (SUAF), da CAR, do Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar, em Serrinha (SETAF), Unicafes, do Movimento de Organização Comunitária (MOC), Fundação de Apoio aos Trabalhadores Rurais e Agricultores Familiares da Região do Sisal e Semiárido da Bahia (FATRES), Setre e Cetro Público Portal do Sertão.

O Armazém – A ação do Armazém vem possibilitando a elevação da renda das famílias de agricultores e agricultoras familiares e de empreendedores da economia solidária, que têm a possibilidade de estabelecer novas frentes comerciais para seus empreendimentos e divulgar a produção. Foi criado com o objetivo de viabilizar a comercialização dos produtos e é administrado pela Arco Sertão Central. O empreendimento é resultado da articulação de movimentos sociais que buscam um crescimento não só econômico, mas também cultural dos produtores, além de garantir a dignidade de vida das comunidades rurais, que enfrentavam como principal dificuldade a comercialização da produção.

A unidade, que possui espaço para exposição dos produtos, depósito, sala de reunião e centro de formação, cozinha, refeitório, lanchonete e escritório, viabiliza não só a comercialização, no varejo, desses produtos das cooperativas vinculadas à rede Arco Sertão, mas possibilita ainda a venda ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e Programa Nacional da Alimentação Escolar (PNAE).

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br