“Agora o caminho é o impeachment”, afirma ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ao Estadão

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu, neste sábado (19/03/2016), o afastamento da presidente Dilma Rousseff. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o tucano afirmou que essa é a “única saída” para as crises política e econômica que atingem o país.

“Com a incapacidade que se nota hoje de o governo funcionar, de ela resistir e fazer o governo funcionar, eu acho que agora o caminho é o impeachment”, disse FHC.

O ex-presidente destacou também a importância das manifestações contra o governo do último domingo (13). Segundo ele, “a legitimidade do impeachment não está vindo do Congresso hoje, está vindo da rua”. “Se eu bem entendi o que as ruas gritaram, foi isso. As ruas gritaram renúncia, fim, impeachment”, completou.

Fernando Henrique disse ainda que “dá tristeza ver Lula enterrando a própria história”. O tucano afirma que ficou “estarrecido” com o depoimento do petista à Polícia Federal (PF) e que, caso alguém venha a suceder Dilma, tem de “transmitir ao país um sentido simbólico até de respeitabilidade, responsabilidade, cuidado com as palavras, atenção ao povo e, sobretudo, um sinal de que é capaz de unir o país”.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br