Secretaria de Saúde de Feira de Santana e Exército iniciam luta contra o Aedes Aegypti

Operação Força Amiga atua no combate ao mosquito Aedes aegypti em Feira de Santana.

Operação Força Amiga atua no combate ao mosquito Aedes aegypti em Feira de Santana.

Uma verdadeira força-tarefa. A Secretaria de Saúde de Feira de Santana está unida ao Exército Brasileiro na luta contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da zika, chikungunya e dengue. Nesta quinta-feira (11/02/2016) uma capacitação para os soldados envolvidos no trabalho foi realizada no 35º Batalhão de Infantaria.

A palestra foi ministrada pela bióloga Cintia Sacramento, da Vigilância Epidemiológica do município e o coordenador do Centro de Endemias, Edilson José. “O trabalho conjunto só vai somar. Serão visitados em torno de 364 mil imóveis até o dia 29 de fevereiro”, pontuou Edilson.

A ação prossegue no sábado, 13, onde 840 militares vão trabalhar na conscientização, esclarecimento e motivação da população feirense, com visitação a residências e estabelecimentos comerciais, quanto aos procedimentos para evitar focos do mosquito, por meio de panfletos educativos.

“Começamos o trabalho dentro do quartel, vasculhando as áreas internas e eliminando qualquer possível foco desse mosquito, pois até uma simples tampa de garrafa pode ser uma área de reprodução”, informou o Coronel Claudio Eduardo Bouças.

No período de 15 a 18 de fevereiro, serão realizadas ações de vistoria de residências e colocação de larvicida para a erradicação de focos e proliferação do mosquito nas áreas urbanas de Feira de Santana. Serão 80 militares acompanhando a equipe da Secretaria de Saúde na visita às residências.

Entre os bairros visitados, estão os que possuem maior incidência do mosquito, a exemplo do: George Américo, Cidade Nova, Santa Mônica, Feira X, Jardim Acácia, Barroquinha, Centro, João Paulo, Parque Lagoa Subaé, Lagoa Salgada, Parque Tamandari e Santo Antônio dos Prazeres.

Além dessas ações, o 35º BI disponibiliza militares para visitar escolas, explicando como deve ser o combate ao mosquito Aedes Aegypti. “Qualquer escola que tiver interesse em explicar aos seus alunos como deve ser feito o trabalho de conscientização em casa, na rua onde mora e no próprio ambiente de ensino, pode nos procurar”, afirma o Coronel Claudio. O telefone para contato do 35º BI é o 3603-7900.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br