Salvador: para vereador Hilton Coelho, ACM Neto merece troféu “gestor Ilusionista”

Vereador Hilton Coelho: ACM Neto merece troféu "gestor Ilusionista" depois de discurso de abertura do trabalho do Legislativo".

Vereador Hilton Coelho: ACM Neto merece troféu “gestor Ilusionista” depois de discurso de abertura do trabalho do Legislativo”.

O vereador Hilton Coelho (PSOL), classificou a tradicional mensagem do Executivo ao Legislativo feita pelo prefeito ACM Neto em que apresentou um balanço da gestão e anunciou projetos futuros como “uma obra de ficção e a fala de um candidato em campanha eleitoral e não um gestor que exerce o mandato. Foram tantas mágicas e invencionices que merece receber o ‘Troféu Grande Gestor Ilusionista’. A igualdade social que ele disse ter na sociedade, não se verifica. Agora, estamos às portas do carnaval, que exclui a possibilidade de uma população de ganhar sua renda. Os terceirizados enfrentam dificuldades e as empresas dizem que a responsabilidade pelo não pagamento dos salários é da prefeitura que não quitas as faturas pendentes. Isso mostra que a fala de ACM Neto é uma obra ficcional”, disse.

“O prefeito disse que temos a melhor Câmara Municipal do Brasil, ora, como classificar como excelente uma direção da Casa que impede a entrada de funcionários tentando coibir que reivindiquem seus direitos? Mais uma vez os servidores tiveram que promover uma manifestação na frente do Paço Municipal para buscar a garantia do que estabelece a lei e que já teve parecer favorável do Ministério Público. Uma Casa que não consegue ouvir os concursados reivindicando isonomia salarial não merece ser chamada de ótima. Até quando veremos duas categorias de servidores no mesmo local e exercendo as mesmas funções?”, questiona o legislador.

Outra crítica do vereador socialista diz respeito à questão da educação municipal. “ACM Neto diz que investe de forma prioritária na educação. Não corresponde à realidade essa afirmação. Nos últimos meses, com intensidade no segundo semestre de 2015, mesmo com a mobilização das educadoras e educadores e das promessas da Secretaria Municipal de Educação (Smed), vemos a questão da Educação de Jovens e Adultos (EJA) tratada com descaso onde há turmas fechando, enturmação, unidades escolares sendo desativadas, e desrespeito aos estudantes que desejam ter acesso ao ensino formal. Isso é vergonhoso”.

“A questão da valorização dos servidores municipais é outra coisa que não se constata no mundo real. Só para exemplificar, os agentes comunitários de saúde e de combates a endemias têm um cotidiano de dedicação e batalha pela vida. Não são valorizados e não recebem o piso nacional de salário assegurado por legislação federal e recursos do governo federal. Zelam pela saúde da população e não recebem as mínimas possibilidades de exercer essa missão com dignidade e enfrentam tantos absurdos causados por uma administração municipal incapaz. Foram punidos quando lutaram por valorização e salários dignos, nada demais para quem se dedica a proteger nossa população. Onde está a valorização?”, questiona.

Hilton Coelho finaliza lembrando que “as referência ao Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) de Salvador não são reais. Estamos diante de audiências que nada têm de democráticas. São meras formalidades, um rito burocrático, sem de fato se preocupar com a quantidade de pessoas presentes e com a qualidade das discussões. Queremos que o ACM Neto do discurso desta terça-feira (02) se transforme de forma mágica no gestor municipal de fato. A prática de ACM Neto real é autoritária, excludente e beneficia as grandes empresas do setor imobiliário, em especial a Odebrecht. O endividamento da prefeitura é muito grande e serão os servidores e os cortes nas áreas sociais que pagarão por uma crise que não criaram. Salvador pertence ao seu povo, à maioria da população, e isso não é levado em conta pela atual administração. Que o ilusionista dê lugar a um administrador de verdade”.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br