Projeto seleciona espetáculos para festival infantojuvenil em Salvador

Cartaz do  projeto Petiz - Festival de Arte para Infância e Juventude.

Cartaz do projeto Petiz – Festival de Arte para Infância e Juventude.

Estão abertas as inscrições para grupos com trabalhos em teatro, dança, circo e música, voltados para o público infantojuvenil, para compor a mostra artística não competitiva do projeto Petiz – Festival de Arte para Infância e Juventude, que será realizada de 28 de maio e 05 de junho de 2016, em Salvador. O edital, de abrangência nacional, está disponível para consulta no site  www.festivalpetiz.com.br e as inscrições devem ser realizadas até 16 de março, mediante o preenchimento de formulário e exclusivamente por e-mail. O projeto conta com apoio financeiro do Fundo de Cultura da Bahia, mecanismo de fomento à cultura gerido pelas secretarias de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e da Fazenda (Sefaz), através do edital Agitação Cultural: Dinamização de espaços culturais.

O Petiz – Festival de Arte para Infância e Juventude tem como objetivo pautar a importância da educação do sensível para crianças e jovens, e está em consonância com as políticas nacionais para infância e juventude. Para isso, busca potencializar a fruição artística no encontro da criança com a obra, por meio da realização da mediação cultural e da divulgação da produção artística voltada para infância e juventude, prevendo atividades como seminários, workshops e feira de consumo consciente.

Os espaços da capital baiana que receberão os espetáculos do Festival são o Centro Cultural Alagados, situado no bairro do Uruguai, e Espaço Xisto Bahia, nos Barris. O projeto é uma idealização da REVEBERE, coordenada por Renata Berenstein, psicóloga e arte-educadora e da produtora C.R.I.A.R.E – Projetos Culturais e Educacionais, ambas com  intensa atuação no cenário cultural baiano.

Sobre o Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito publico ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br