Ministro e secretários da Aviação participam de mutirão de combate ao Aedes aegypti em Feira de Santana e Santo Antônio de Jesus

Força-tarefa do governo federal no Dia Nacional de Mobilização para o Combate ao mosquito promove ações de sensibilização e prevenção em todo o País. Políticos participam do combate ao Aedes aegypti em Feira de Santana.

Força-tarefa do governo federal no Dia Nacional de Mobilização para o Combate ao mosquito promove ações de sensibilização e prevenção em todo o País. Políticos participam do combate ao Aedes aegypti em Feira de Santana.

O ministro da Aviação, Guilherme Ramalho, participa, neste sábado (13/02/2016), em Feira de Santana, de mutirão do governo federal pela mobilização do País contra o mosquito Aedes aegypti. A força-tarefa de informação e sensibilização da população inclui também agenda do Secretário de Aeroportos, Leonardo Cruz, em Garanhuns (PE); e do secretário de Navegação Aérea Civil, Juliano Noman, em Santo Antônio de Jesus (BA).

As ações de combate ao mosquito nesses municípios incluem uma grande faxina nos bairros com maiores índices de infestação. Em Feira de Santana, a Escola Municipal José Rios, na avenida de Canal, bairro Barroquinha, é o ponto inicial da visita. Depois, o ministro fará visitas em residências da região.

“O Brasil está travando uma guerra contra o mosquito Aedes aegypti e o envolvimento de todos é fundamental para a vitória. A Secretaria de Aviação já vem desenvolvendo ações por meio de mutirões de limpeza nos aeroportos e em suas sedes. Medidas simples, mas eficazes para acabar com os focos do mosquito”, avaliou o ministro Guilherme Ramalho.

MOVIMENTO NACIONAL

A ação pelo Dia Nacional de Mobilização para o Combate ao Aedes aegypti é articulada pela Casa Civil e ministérios da Saúde e da Defesa, com a participação de todos os órgãos do governo federal e também dos Estados e municípios. Liderada pela presidenta Dilma Rousseff, que estará no Rio de Janeiro (RJ), a mobilização vai contar também com a participação de 220 mil homens e mulheres do Exército, Marinha e Aeronáutica do Brasil. A meta do governo federal é visitar 3 milhões de residências em cerca de 356 cidades brasileiras.

Os militares serão enviados a capitais e municípios considerados endêmicos, conforme indicação do Ministério da Saúde, com o objetivo de mobilizar a população para os cuidados necessários à eliminação dos focos do mosquito responsável pela transmissão da dengue, da chinkungunya e do Zika vírus. Serão distribuídos cerca de 4 milhões de panfletos com alertas e orientações para prevenção da proliferação do mosquito e proteção das residências.

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br