Feira de Santana: Mestre Lourimbau apresenta show no Centro de Cultura Amélio Amorim

Músico, compositor, cantor e berimbalista, Mestre Lourimbau.

Músico, compositor, cantor e berimbalista, Mestre Lourimbau.

Músico, compositor, cantor e berimbalista, Mestre Lourimbau é reconhecidamente um dos mestres da cultura popular da Bahia. Seu toque tradicional do berimbau misturado com ritmos como o jazz, o reggae e a MPB é o que o público poderá acompanhar no sábado, 20 de fevereiro de 2016, no Centro de Cultura Amélio Amorim, às 20 horas, com entrada franca.

O repertório do show é composto por músicas como Branco com Preto, O Driblador e A Tábua de Lei, presentes em seu primeiro CD, lançado em 2010, além de outras composições inéditas, que ainda não foram lançadas e algumas músicas temas de trilhas sonoras de cinema.

A apresentação integra o projeto “Um Banquinho, Um Berimbau”, que acontece também em Salvador e Itabuna e tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia, selecionado no Edital Agitação Cultural.

As letras de Mestre Lourimbau abordam temas como o cotidiano, o futebol, a religião e a natureza. A paixão pela música veio desde a infância. Aos 11 anos, confeccionou seu primeiro berimbau. “Meu pai me dizia que eu não queria saber mais de outra coisa, além do berimbau”, relembra saudoso.

Antes de desenvolver o trabalho com a mistura de ritmos, produziu instrumentos musicais para figuras como Carlinhos Brown, Naná Vasconcelos e Ramiro Mussoto. Só em 1997 passou a se dedicar ao que hoje é a sua marca. O músico também já deu aula de berimbau para estrangeiros, o que o rendeu um convite para visitar a Europa.

“Fui para um festival de Zurique e lá me convidaram para tocar. Foi bem legal, o público gostou bastante”. Entretanto, não para por aí. Mestre Lourimbau, além de participar de festivais internacionais e nacionais, dividiu o palco com artistas brasileiros, como o pernambucano Otto e a banda Baiana System. Disposição é o que não falta para continuar fazendo música. “Quando me profissionalizei na música, foi acontecendo e agora não posso mais parar”, confessa.

Biografia

Os melhores percussionistas do cenário nacional, tais como Carlinhos Brown, Naná Vasconcelos e Ramiro Mussoto, utilizam ou utilizaram berimbaus feitos por Mestre Lourimbau, sendo considerado pelos entendidos como o verdadeiro “luthier” do instrumento no Brasil.

No final da década de 80, Lourimbau é convidado por produtores estrangeiros e embarca com um grupo de artistas baianos rumo a Suiça e Alemanha. Depois veio o convite do Goethe-Institut para participar do grupo Pata-Masters, onde músicos baianos e alemães, num processo de work in progress, realizaram o projeto Pata-Bahia, com direito a disco e programa de TV. Das 12 faixas do CD, três são da sua autoria.

Em 2001, Lourimbau foi convidado por Marcos Suzano para abrir o seu show e o de Luís Melodia no Sesc Pompéia em São Paulo, além de shows em que dividiu o palco com o músico pernambucano Otto, no Teatro Castro Alves, em Salvador.

Mais recentemente foi selecionado nos Editais Conexão Vivo e da Fundação Cultural do Estado da Bahia, através dos quais vem mantendo uma agenda regular de apresentações. Em 2016, fez apresentação durante o Carnaval do Pelô, com grande aceitação dos foliões.

Agenda 

Quando: Sábado, dia 20 de fevereiro, às 20 horas

Onde: Centro de Cultura Amélio Amorim, avenida Presidente Dutra nº 2222, Feira de Santana – Bahia

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia é um portal de notícias com sede em Feira de Santana. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br